Editorial
Edição Nº 75 - Julho/Agosto de 2015 - Ano XIV
Esta notícia já foi visualizada 1816 vezes.


Editorial



O segundo tempo


Em 2004, gol da Argentina aos 87 minutos do segundo tempo e o Brasil perdia a decisão da Copa América por 2x1, do seu principal rival. Mas quando ninguém mais esperava, nos acréscimos aos 93 minutos, gol da seleção canarinho. E foi assim que numa virada improvável, o Brasil empatou a partida e acabou vencendo a competição na disputa de pênaltis.
Apesar de todas dificuldades, chegamos ao segundo semestre. Independente das previsões serem ou não animadoras, já cumprimos com os primeiros seis meses do ano, trabalhando para gerar receita, cumprir as metas e pagar nossos impostos. As reformas propostas pelo governo estão caminhando, visando um novo pacote para estimular a retomada do crescimento e a confiança dos investidores nacionais e internacionais. Ainda assim, há uma corrente enxergando que vamos ter uma nova década perdida, como nos anos 80. Será?
Assim como no futebol – tema tão discutido nos dias atuais, infelizmente por motivos ligados à corrupção – mesmo depois de um primeiro tempo abaixo da média, acreditamos que devemos continuar trabalhando na busca do melhor resultado. Há muito a ser feito e somos um país jovem, que deve aprender entre erros e acertos, a achar seu caminho. 
Se o esquema tático atual não está funcionando, é hora de repensar a estratégia, sair da rotina e buscar novos negócios e oportunidades que se abrem dia a dia. Quantas vezes não ouvimos dizer que a preleção no vestiário traz um novo ânimo para a equipe, que muitas vezes consegue reverter um resultado desfavorável ou que até mesmo beirava o impossível?
Nessa linha, há empresas que estão arregaçando as mangas para fazer uma marcação mais cerrada junto a clientes, fornecedores, controle de custos, motivar colaboradores e melhorar os ânimos para buscar o ritmo de crescimento, tendo como foco uma máxima sempre motivadora acerca do mercado de filtros e sistemas filtrantes: onde houver ar e líquido, sempre existirá a demanda por filtros.
Entre as matérias nesta edição, trazemos como matéria de capa o perfil sustentável do carvão ativado; sistemas para tratamento de gás natural; abordamos as membranas cerâmicas na microfiltração e ultrafiltração de líquidos; sistemas de filtragem para veículos híbridos; a cobertura da Brasil Offshore; o terceiro ano do programa Descarte Consciente Abrafiltros; e muito mais. Que o segundo tempo de 2015 seja um período de recuperação e melhores resultados, buscando sempre a tão almejada vitória.  ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade