Filtros e purificadores residenciais de água são itens de qualidade e segurança
Edição Nº 76 - Setembro/Outubro de 2015 - Ano XIV
Esta notícia já foi visualizada 2691 vezes.


Filtros e purificadores residenciais de água são itens de qualidade e segurança



Cristiane Rubim

Os filtros e purificadores de água residenciais acompanham as mudanças de mercado e as tendências mundiais trazidas pela escassez, racionamento, qualidade e segurança da água, que cada dia mais desperta no consumidor a consciencia destes itens. O apelo para a praticidade e a modernidade, a preocupação com a saúde, a necessidade de consumir menos energia e a conservação do meio ambiente são outros fatores que também fazem parte do perfil dos novos produtos que são lançados. Mas, no fundo, o que o cliente quer é um filtro ou purificador moderno que caiba no bolso em ambos os sentidos.
Segundo Manuella Curti de Souza, diretora-geral do Grupo Europa, a purificação de água residencial no Brasil continua alicerçada em elementos filtrantes à base de carvão ativado que promovem o tratamento físico-químico da água. “Diante do cenário crítico de escassez da água em São Paulo e alguns outros estados brasileiros, percebemos clara mudança no comportamento do consumidor, que agora se mostra muito mais interessado no tema. Hoje ele busca entender qual é o sistema que abastece sua residência e passou a acompanhar o nível de água disponível nele. Por isso, procura saber quais são as melhores e mais seguras tecnologias disponíveis para o tratamento da água de sua residência”, aponta. Este movimento, de acordo com Manuella, permite que o consumidor efetue uma escolha mais consciente do que quer ter em casa, fazendo com que produtos mais eficientes tenham vantagem no mercado.
René Saleme, diretor da Mastertec, parceira da Masterfrio em assistência técnica e industrialização, afirma que, na prática, as tecnologias de filtração utilizadas são as mesmas há anos. “Não há grandes novidades neste mercado e as empresas não parecem estar empenhadas em desenvolver novas tecnologias. Diante desta crise, o mercado cada vez mais luta por ‘preço’ e, neste cenário, não há espaço para desenvolvimentos que acarretariam um aumento que o consumidor não pode nem quer pagar”, adverte.



Por outro lado, Carlos Eduardo, diretor do negócio água da Whirlpool, acredita na tecnologia e inovação para obter diversidade de produtos e diz que a principal entrega que eles de ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade