Influências dos parâmetros operacionais na filtração de gases por pulso de ar reverso
Edição Nº 76 - Setembro/Outubro de 2015 - Ano XIV
Esta notícia já foi visualizada 1690 vezes.


Influências dos parâmetros operacionais na filtração de gases por pulso de ar reverso



Samirys Sara Rodrigues Cirqueira, Eduardo Hiromitsu Tanabe e Profa Dra Mônica Lopes Aguiar
O ciclo de limpeza tem grande importância no comportamento do meio filtrante, por isso, os estudos com respeito à operação de filtração de gases tem concentrado esforços para compreender os mecanismos específicos de cada técnica (RODRIGUES, 2006; ROCHA, 2010). As técnicas mais comuns para remoção da torta são: agitação ou vibração mecânica, fluxo de ar reverso e pulso de ar reverso (SILVA et al., 1999; TIENI, 2005; BARROS, 2010).
Atualmente, a tecnologia do filtro de manga com sistema de limpeza por pulso de ar reverso é a mais utilizada, em diversos processos industriais, por apresentar as maiores taxas de filtração, ser compacto e mais econômico (LAVRINI, 2013). A limpeza por essa técnica ocorre em direção oposta à operação de filtração, em que o ar limpo é pulsado em forma de um jato até as mangas, causando a expansão das mesmas e desprendendo assim, a torta (TANABE et al., 2011). Normalmente, utilizam-se os feltros agulhados como meio filtrante, para possibilitar maior relação ar-tecido durante a limpeza periódica dos meios filtrantes. Deste modo, o sucesso da limpeza depende das características do meio filtrante, da porosidade e da resistência específica da torta e da distribuição do material particulado por unidade de área (SALEEM et al., 2011).
Dentro deste contexto, este trabalho apresenta um estudo comparativo entre dois meios filtrantes, feltros agulhados, aplicados à técnica de limpeza por pulso de ar reverso e análise da influência dos parâmetros operacionais, como a queda de pressão no meio filtrante e o tempo de pulso durante a remoção da torta.

Materiais e métodos
O material particulado empregado foi o concentrado fosfático fornecido pela Fosfertil S.A. Os meios filtrantes foram os feltros agulhados de fibra de polipropileno e de acrílico, com tratamento e acabamento calandrado e chamuscado em um dos lados do filtro, de gramatura 600 g/m2, fornecido pela empresa Gino Cacciari.
A caracterização do material particulado foi realizada no Laboratório de Controle Ambiental I, do Departamento de Engenharia Química e, no Laboratório de Caracterização Estrutural, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Obteve-se a massa específica da partícula por Picnometria a Hélio, o diâmetro médio volumétrico por meio do equipamento Malvern Mastersizer Microplus e a composição química através da micro análise por Raio X.
Entretanto, a caracterização dos meios ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade