Editorial
Edição Nº 76 - Setembro/Outubro de 2015 - Ano XIV
Esta notícia já foi visualizada 1714 vezes.


Editorial



Estamos na última edição de um ano que ficará marcado como um período difícil do ponto de vista econômico e político – fruto principalmente, das nossas próprias questões internas como país e situações envolvendo os erros e acertos do governo federal.
Esse cenário instável tem demandado novas situações de ajuste e as empresas tendem a aprimorar os controles buscando maior aproveitamento efetivo dos recursos e redução de custos. A versatilidade e capacidade de adaptação ganham relevância e as empresas com essas características aumentam as chances de colher resultados positivos, sendo ocasião ideal para estreitar relacionamentos internos, ajustar negociações, rever situações comerciais e forjar alianças, de maneira que todos os elos da cadeia se fortaleçam e possam contribuir para que o resultado final seja favorável para os envolvidos. É um momento de união pelo bem comum.
Nesses dois últimos meses do ano, os ânimos políticos deverão seguir acirrados e as empresas ainda terão os tradicionais períodos de férias. Mas o fato é que independente desses fatores, todos devemos seguir em frente, afinal não é a primeira e não será a última turbulência que atravessamos – basta rever na memória. As situações se ajustam e as empresas devem seguir seus caminhos, planejamentos e objetivos.
Nas matérias desta edição trazemos como capa, para fechar o ano inovando, ITEB tradicional empresa do mercado de elastômeros; a versatilidade dos filtros para ar ambiente; uma visão sobre novos tipos de poeiras e gases que demandam atenção; os benefícios dos filtros ecológicos; as novas exigências da ANP - Agência Nacional do Petróleo, para postos de combustíveis; o importante papel dos auxiliares filtrantes; filtros industriais para sistemas de resfriamento; e muito mais.
E que em 2016, possamos realizar muito mais. Como diz Carlos Drummond de Andrade: "Para sonhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo. Eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o ano novo cochila e espera desde sempre."
A todos os nossos colaboradores, leitores, fornecedores, clientes e amigos, boas festas e que a chegada de 2016 represente um novo período de harmonia, paz e conquistas.


Boa leitura!


Rogéria Sene Cortez Moura
Editora



Conselho Editorial:
Adriano de ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade