Filtros ecológicos: entenda seus benefícios
Edição Nº 77 - Novembro/Dezembro de 2015 - Ano XIV
Esta notícia já foi visualizada 11269 vezes.


Filtros ecológicos: entenda seus benefícios



Carla Legner
Os filtros comercialmente chamados de ecológicos, foram desenvolvidos para reduzir a quantidade de produtos a serem destinados no descarte, permitindo uma substituição destes componentes com uma perda menor de materiais empregados. O nome ecológico é designado pelo processo de fabricação, normalmente não tem carcaça incorporada como os filtros de rosquear (Spin-On), e dentro de um processo correto de produção não há utilização de colas e adesivos, somente são utilizados o meio filtrante de papel e uma armadura em plástico onde o papel é fundido eliminando colas e adesivos. Produtos estes que durante o processo de reciclagem são extremamente agressivos ao ambiente.
De acordo com Rodolfo Cafer, representante da Mahle Metal Leve, os filtros ecológicos fazem as mesmas funções dos filtros tradicionais, porém, como estão no processo de fabricação isentos de adesivos e colas e o funcionamento deles depende de carcaças externas normalmente fixas nos motores ou sistemas, sem elas não é possivel exercer as funções de filtragem. Ele explica ainda que normalmente os filtros ecológicos são elementos filtrantes, que devem ser montados em carcaças fixas, da mesma forma que são montados os filtros do ar do motor, sem a carcaça estes filtros não conseguem fazer a filtração e no processo de manutenção estas caraças não são descartadas como em filtros convencionais de rosquear.
“Hoje além da redução de material empregado na fabricação, temos a necessidade do uso destes filtros com o objetivo de reduzir o nível de material que retornará pelo processo de logística reversa para a reciclagem, pois o material que retorna tem um custo calculado por peso para ser reciclado” completa Rodolfo.



Como funcionam e tipos de filtros
O funcionamento do filtro ecológico é muito semelhante ao de um filtro que não possui este tipo de tecnologia, onde a retenção dos contaminantes realiza-se através de um meio poroso para remover ou separar partículas contaminantes através de um processo mecânico ou físico, por intermédio de um meio filtrante de tela, algodão, lã, poliéster, feltro, fibras e principalmente papel.
“De forma resumida pode-se dizer que são filtros que não possuem metal em sua composição e que utilizam materiais que podem ser mais facilmente processados após o descarte. Sua função é a mesma que dos filtros ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade