Exposição contínua ao ar condicionado requer cuidados. Saiba quais são eles
Edição Nº 78 - Janeiro/Fevereiro de 2016 - Ano XIV
Esta notícia já foi visualizada 1753 vezes.


Exposição contínua ao ar condicionado requer cuidados. Saiba quais são eles



Com os recordes de temperaturas registrados neste mês, é quase impossível ficar sem ar condicionado, seja em casa, no trabalho, no carro, no shopping, no restaurante e até mesmo na academia. Com isso, acabamos passando boa parte do dia, se não o dia todo, expostos ao ar refrigerado.
A exposição contínua, apesar de aparentemente agradável, pode ser bastante prejudicial à saúde, especialmente para pessoas mais sensíveis ao ar frio e seco, como pessoas portadoras de alergias respiratórias. Para se aproveitar o conforto do ar climatizado e minimizar seus efeitos nocivos, é preciso tomar algumas medidas práticas.
“Por resfriar a temperatura e neutralizar a umidade ambiente, o aparelho condicionador de ar acaba por ressecar as vias respiratórias causando não apenas desconforto, mas comprometendo a qualidade do ar que aspiramos”, afirma Dra. Silvia Rodrigues, pneumologista que integra o corpo clínico do Alta Excelência Diagnóstica.
A mucosa nasal é revestida por cílios que têm a função de evitar que vírus e bactérias entrem no organismo. O contato com o ar frio e seco compromete esta defesa, aumentando as chances de infecção. Sintomas como desconforto ao respirar, tosse, garganta seca e irritação no nariz e olhos indicam o impacto negativo do ar refrigerado. O efeito pode ser ainda pior em pessoas portadoras de doenças respiratórias crônicas – como, rinite alérgica, asma e enfisema pulmonar.


Temperatura ideal
A mudança brusca de temperatura é outra situação comum que traz danos à saúde. O ideal é que a temperatura do ar condicionado seja regulada em torno de 21 a 23 graus Celsius. Além de ser agradável, não representa grande contraste em relação à temperatura exterior.


Prevenção
Uma das formas mais simples e eficazes de minimizar os efeitos nocivos dos refrigeradores de ar é utilizar soluções para umidificar as vias respiratórias e se hidratar com frequência. A hidratação, aliás, é fundamental ao se exercitar em ambientes climatizados, pois a baixa temperatura pode dar a falsa impressão de conforto e disfarçar uma possível desidratação.
No ambiente de trabalho, é impossível chegar a um consenso que agrade a todos. Por isso, tenha sempre um casaco à mão para se proteger do frio incômodo, evitando gripes e resfriados.
A limpeza do equipamento também é fundamental, pois o filtro acumula impurezas com o passar do tempo, promovendo uma maior circulação de bactérias, ácaros e fungos no ambiente. A troca do filtro ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade