Filtrado
Edição Nº 79 - Março/Abril de 2016 - Ano XIV
Esta notícia já foi visualizada 1033 vezes.


Filtrado



Clariant recebe Prêmio de Inovação 2015 na Alemanha para Clima e Meio Ambiente
• sunliquid superou 14 concorrentes na categoria Inovações de Processos
• O etanol celulósico produzido com a tecnologia sunliquid™ revoluciona a proteção do clima e do meio ambiente
• O biocombustível permite uma redução de até 95% nas emissões de gases de efeito estufa, sem competir com fontes alimentícias  

A Clariant, uma das empresas líderes mundiais em especialidades químicas, recebeu o Prêmio de Inovação 2015 na Alemanha para Clima e Meio Ambiente (IKU) por sua inovadora tecnologia sunliquid para a produção de etanol celulósico a partir de resíduos agrícolas. O processo biotecnológico conquistou o primeiro lugar na categoria Inovações de Processos, superando 14 concorrentes.A tecnologia sunliquid convenceu o júri de especialistas independentes nas áreas de negócios, ciência, mídia e política, liderados pelo professor Klaus Töpfer. Biocombustíveis e bioquímicos à base de resíduos agrícolas, como a palha do trigo e o bagaço da cana-de-açúcar, são produzidos de maneira sustentável e econômica empregando esse processo, sem competir com a produção de alimentos para humanos ou animais.“A Clariant investe permanentemente no desenvolvimento de produtos sustentáveis à base de matérias-primas renováveis, bem como na exploração de biotecnologias inovadoras, como o sunliquid. Esse processo pioneiro possui um grande potencial para a produção de biocombustíveis compatíveis com o meio ambiente e de uma diversidade de matérias-primas de origem biológica, ideais para diversos produtos de especialidade, como os da indústria de cosméticos”, declarou o CEO da Clariant, Hariolf Kottmann.“Os biocombustíveis provenientes de resíduos agrícolas exercem um importante papel na busca de uma mobilidade mais sustentável em todo o mundo. As emissões de gases de efeito estufa são reduzidas em até 95 por cento em comparação com combustíveis de origem fóssil. O prêmio concedido pelo Ministério Federal é um reconhecimento da nossa forma de atuação e, sem dúvida, estamos extremamente satisfeitos”, complementa Andre Koltermann, Diretor de Group Biotechnology na Clariant.Com o IKU, o Ministério Federal de Meio Ambiente, Preservação da Natureza, Construção e Segurança Nuclear (BMUB) e a Federação das Indústrias Alemãs (BDI) premiam, pela quinta vez, projetos inovadores de processos, produtos e serviços compatíveis com o meio ambiente e o clima. Os ju ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade