Meios filtrantes sintéticos aplicados no segmento de filtração
Edição Nº 80 - Maio/Junho de 2016 - Ano XV
Esta notícia já foi visualizada 2072 vezes.
Matéria patrocinada por:


Meios filtrantes sintéticos aplicados no segmento de filtração



por Cristiane Rubim
Os papéis filtrantes são compostos de vários tipos de mídia, entre elas, celulose, não tecido sintético, papel wetlaid, fibra de vidro, entre outras naturais, que podem ser combinadas. Elas formam uma camada filtrante como base que recebe uma proteção por resina, fenólica, acrílica, etc. – cujo objetivo é criar resistência ao meio onde é aplicada –, que permite a formatação necessária para a fabricação de elementos filtrantes. O processo de filtração é feito por três meios: mecânico, eletrostático e repulsão.

Tendências do setor
“Nossa recente pesquisa de mercado mostra que a produção de papel filtrante no Brasil é limitada a apenas um produtor, visando, principalmente, ao mercado de filtração automotiva. Por outro lado, existem diversos produtores de não tecidos sintéticos com foco em higiene e aplicações médicas”, compartilha Cagri Tekmen, responsável técnico da Hifyber, empresa do Grupo Abalioglu Teknologi, da Turquia, representada no Brasil pela MSF Service por Mauro Ferreira, responsável comercial.
Segundo Tekmen as rigorosas normas ambientais e a necessidade de meios filtrantes mais eficientes, apontam que a demanda por produtos de alto desempenho crescerá significativamente em um futuro próximo, principalmente no segmento de filtração industrial. “O mercado brasileiro de filtração é muito sensível ao preço, e a demanda por produtos de alto desempenho de valor agregado ainda é  limitada, diferente do que vemos acontecer em outras partes do mundo”, afirma Tekmen.



Segmentos de uso dos não tecidos 
Os não tecidos atendem a uma variedade de aplicações no país. “A indústria brasileira de não tecidos supre essa demanda nacional, sendo atualizada tecnologicamente, contando com um parque fabril moderno, semelhante ao existente na Europa e nos EUA”, enfatiza o engenheiro Laerte Guião Maroni, diretor ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade


+55 11 4475-5679 | 11 97140-7485

© 2001 - 2017 Todos os direitos reservados | By L3ppm