Manutenção de filtros de combustível é imprescindível para a saúde do motor
Edição Nº 82 - Setembro/Outubro de 2016 - Ano XV
Esta notícia já foi visualizada 2281 vezes.


Manutenção de filtros de combustível é imprescindível para a saúde do motor



por Dayane Cristina da Cunha F
Assim como em qualquer tipo de veículo da categoria leve, os filtros funcionam de forma a reter os contaminantes presentes no combustível. O sistema de alimentação do combustível tem a finalidade de conduzir o combustível, do tanque até a câmara de combustão, seja com alimentação direta ou indireta, produzindo a pressão necessária no sistema e mantendo-a constante. Vale ressaltar que nos veículos que contam com a injeção direta o filtro de combustível é mais reforçado oferecendo uma maior resistência ao estouro (hidrostático) em virtude da pressão.
Através da bomba alimentadora, o combustível é succionado do tanque para o tubo distribuidor, passando pela linha do combustível. Veículos com injeção eletrônica, a pressão no sistema é controlada por uma válvula reguladora de pressão. Neste percurso, o combustível passa por um filtro, onde grande parte de suas impurezas são retidas.
A filtração é a mesma para qualquer tipo de motor podendo apenas mudar algumas especificações, como micragem do papel ou sentido de fluxo de filtragem, por exemplo, no entanto, isso dependerá do tipo de motor que o filtro será aplicado, afirma Roberto Rualonga, responsável pela assistência técnica da Tecfil.


Segundo Oscar Talmeli, da Wega Motors, a composição dos filtros do combustível varia de acordo com o combustível utilizado, e o elemento filtrante pode ser de lã ou de papel (existem tipos diferentes de papel) ou blindados. Assim, o filtro de combustível atua com o objetivo de proteger o sistema de injeção e o motor contra partículas, água e outros resíduos que se encontram no tanque e/ou no combustível. Para cada tipo de motor existe um filtro adequado.

 
Os sistemas eletrônicos e de injeção direta na câmara de combustão trabalham com maiores pressões e demandam mais precisão do sistema de filtragem. Por isso, estes filtros possuem elemento filtrante com menor micragem (porosidade) para retenção de partículas menores.

Além disto, os motores mais modernos utilizam pressões de trabalho acima de 20.000 PSI, o que exige uma eficiência muito alta de separação de partículas, chegando até 99% para partículas de 2 micra, segundo Paulo N ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade