Adsorção por carvão ativado
Edição Nº 88 - Setembro/Outubro de 2017 - Ano XVI
Esta notícia já foi visualizada 3006 vezes.


Adsorção por carvão ativado



por Carla Legner

O carvão ativado é um material carbonáceo de origem natural cuja estrutura contém uma grande quantidade de poros de diversos tamanhos, o que lhe confere uma elevadíssima área superficial interna e consequentemente alta capacidade de retenção de contaminantes dissolvidos em líquidos ou gases através do processo de adsorção, podendo o material ser de origem mineral ou vegetal.  
Carvão de origem mineral pode ser proveniente de vários tipos de matéria-prima (carvões betuminosos, de lignite, etc.), que são extraídos de minas de carvão e passam pelo processo de ativação, para se obter o produto final com determinadas características específicas.
Já o carvão de origem vegetal (madeira, turfa, caroço de azeitona, casca de coco, etc) são carbonizados para se transformarem em carvão, passando este material depois pelo processo de ativação, e eventualmente tratamento químico final. A porosidade e as características absortivas de determinado grau de carvão ativado são dependentes da matéria-prima utilizada e do tipo de ativação e tratamento final a que ela é sujeita, sendo diferentes graus de carvão utilizados em cada aplicação específica.
De acordo com Pedro Paixão, representante da Cabot, a ativação de carvão, é um processo que consiste basicamente em exponencializar a quantidade de poros existentes na sua estrutura. Após a ativação podem ainda haver tratamentos químicos posteriores para aperfeiçoar determinada característica final (impregnação para se obter melhor afinidade relativamente a determinado contaminante específico, lavagem para maior pureza do produto final, acerto de pH ou neutralização).



Visto que o carvão possui tantos poros, sua enorme área de superfície fornece vários lugares de ligação. A adsorção pode ocorrer de duas maneiras: química ou física. A adsorção química ou quimissorção ocorre por meio de ligações químicas, principalmente covalentes, e a adsorção física ou fisissorção ocorre por meio de interações intermoleculares do tipo Van der Waals, como a força de dipolo induzido e a de dipolo permanente.
Desta forma, o carvão ativado é usado em uma infinidade de áreas com o objetivo de remove ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade