Serra gaúcha ganha Centro de Análises Ambientais
Edição Nº 94 - Setembro/Outubro de 2018 - Ano XVII
Esta notícia já foi visualizada 142 vezes.


Serra gaúcha ganha Centro de Análises Ambientais




Que a gestão ambiental está destinada a participar de forma cada vez mais contundente da rotina das empresas, qualquer líder interessado em garantir a sustentabilidade de seu negócio sabe. 
O que muitos talvez desconheçam é que o Rio Grande do Sul terá uma das mais completas estruturas de apoio, com serviços especializados, para auxiliar os empreendedores nesse desafio. Esse suporte técnico é abrangido pela Fundação Proamb – e acaba de ganhar mais um importante ponto de referência. Está em operação o Centro de Análises Ambientais, moderno laboratório voltado ao atendimento de normas técnicas e dos requisitos legais exigidos às empresas contratantes do serviço.
A estrutura fica na cidade de Bento Gonçalves, município sede da Fundação, e ocupa 494 m² no bairro Licorsul. Mais do que a imponência do prédio, o que impressiona é o conhecimento técnico ali concentrado. 
O Centro de Análises Ambientais é um complexo com quatro laboratórios: microbiologia, físico-química, instrumental orgânico e instrumental inorgânico. Os dois últimos guardam os aparatos tecnológicos mais valiosos – cromatógrafos para análise de compostos orgânicos como pesticidas e agrotóxicos e um ICP/OES, para análise de metais instalados respectivamente em cada um dos departamentos.
O complexo tem capacidade de atender até 3 mil amostras/mês, sob o comando de um corpo técnico formado por biólogos e engenheiros químicos. O Centro de Análises Ambientais oferece à comunidade empresarial mais de 200 parâmetros e serviços de amostragem conforme requisitos da ISO/IEC 17.025. Dessa forma, já nasce atendendo às diretrizes dessa norma que rege os requisitos gerais para competência de laboratórios de ensaio e calibração - é, portanto, um serviço que surge certificado pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). “Essa certificação é extremamente criteriosa para garantir a qualidade do serviço e a acuracidade dos dados analíticos”, observa o diretor de Operações da Proamb, Gustavo Fiorese.
O empreendimento, voltado tanto ao atendimento de pessoas físicas quanto jurídicas, reafirma o credo da Proamb no desenvolvimento sustentável. O investimento de R$ 3,2 milhões chega pouco mais de seis meses depois da modernização na planta de coprocessamento da fundação, em Nova Santa Rita, ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade