Publicidade
MEIO FILTRANTE - Produção de celulose brasileira continua em alta, aponta Ibá

Esta notícia já foi visualizada 248 vezes.

Produção de celulose brasileira continua em alta, aponta Ibá

Data:2/6/2017

A produção de celulose cresceu 5,1% no primeiro quadrimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano passado, totalizando 6,32 milhões de toneladas fabricadas ante a 6,02 milhões em 2016. No segmento de painéis de madeira, as exportações são destaque com crescimento de 39,8%, alcançando a marca de 376 mil metros cúbicos comercializados para outros países entre janeiro e abril deste ano; e no setor de papel, o resultado positivo continua com as exportações que atingiram um volume de 702 mil toneladas vendidas no período, alta de 1,9% em relação ao mesmo período de 2016, quando foram negociadas 689 mil toneladas.

As estatísticas são do cenários/Instituto Brasileiro de Árvores (Ibá), divulgadas no dia 31 de maio de 2017(quarta-feira).

Volume de exportações — No primeiro quadrimestre de 2017, o volume de exportações de celulose alcançou 4,34 milhões de toneladas, crescimento de 1,6% em relação ao mesmo período de 2016, quando foram exportadas 4,28 milhões de toneladas. O segmento de papel registrou exportações de 702 mil toneladas (+1,9%) e o de painéis de madeira alcançou a marca de 376 mil metros cúbicos (+39,8%).

Receita de exportações — De janeiro a abril de 2017, o setor registrou exportações no valor de US$ 2,6 bilhões, ainda 1,7% abaixo em relação ao mesmo período de 2016; a celulose alcançou US$ 1,87 bilhão (-2,2%), o papel US$ 601 milhões (-3,2%) e os painéis de madeira US$ 86 milhões (+24,6%). Como resultado a balança comercial do setor registrou um saldo positivo de US$ 2,24 bilhões nos quatro primeiros meses do ano (-0,5% em relação a 2016).

Destino das Exportações — Mais de 44% da celulose exportada pelo Brasil tem como destino a China que representou uma receita de US$ 829 milhões, um aumento de 26,6% ao comparar os primeiros quatro meses de 2017 e 2016. Os países latino-americanos são os principais mercados dos segmentos de papel e painéis de madeira no período, com receitas de exportações de US$ 382 milhões (+10,4%) e US$ 48 milhões (+26,3%), respectivamente.

Produção —A produção brasileira de celulose superou as 6,3 milhões de toneladas, crescendo 5,1% no período de janeiro a abril de 2017 em relação a 2016; e a de papel registrou 3,4 milhões de toneladas (-1,7%).

Vendas Domésticas —Nos primeiros quatro meses de 2017, as vendas de papel no mercado interno alcançaram 1,69 milhão de toneladas, apresentando uma queda de 2,9% na comparação com o mesmo período do ano passado; enquanto o segmento de painéis de madeira registrou 2,09 milhões de m³ negociados (-0,8%).

Perfil —A Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) é a associação responsável pela representação institucional da cadeia produtiva de árvores plantadas, do campo à indústria, junto a seus principais públicos de interesse. Lançada em abril de 2014, representa 60 empresas e nove entidades estaduais de produtos originários do cultivo de árvores plantadas - painéis de madeira, pisos laminados, celulose, papel, florestas energéticas e biomassa -, além dos produtores independentes de árvores plantadas e investidores institucionais. | www.iba.org.


Fonte: www.revistafatorbrasil.com.br 

Comentários desta notícia

Publicidade