Publicidade
MEIO FILTRANTE - Vendas de veículos voltam ao azul

Esta notícia já foi visualizada 191 vezes.

Vendas de veículos voltam ao azul

Data:2/6/2017

Emplacamentos crescem 1,5% até maio após 3 anos consecutivos de queda

SUELI REIS, AB

As vendas de veículos voltam a registrar crescimento após três anos consecutivos de queda nas vendas. Entre janeiro e maio, os emplacamentos alcançaram as 802,2 mil unidades, considerando apenas o segmento leve, que inclui automóveis e comerciais leves. Este volume ficou 2,24% acima do resultado de mesmo período do ano passado, quando os licenciamentos não passaram de 784,7 mil veículos, de acordo com os dados divulgados na quinta-feira, 1º, pela Fenabrave, que reúne o setor de distribuição.

O segmento leve vinha registrando índices negativos cada vez menores. Desta vez, no comparativo mensal, de maio contra abril, as vendas cresceram 24,7%, para 190,1 mil unidades. Segundo a entidade, a média diária de vendas aumentou 2,1% em maio, passando de 8.465 para 8.642 unidades. Além disso, o bom resultado do mês passado também se deve ao maior número de dias úteis: em maio foram 22, quatro a mais do que abril. 

“Se mantivermos este volume de crescimento nas vendas diárias, encerraremos 2017 com o crescimento de 2,04% nas vendas destes segmentos”, afirma em nota o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

O índice também é positivo quando se compara o desempenho de maio deste ano com igual mês de 2016, que resulta em alta de 17,2%. Para Assumpção Júnior, alguns fatores na economia começam a ter efeito sobre a confiança do empresariado e do consumidor:

“A economia voltou a crescer após oito trimestres seguidos de queda”, comenta o executivo ao se referir ao leve aumento de 1% do PIB no primeiro trimestre em comparação com o último de 2016, também divulgado nesta quinta-feira. “O agronegócio teve grande contribuição para este resultado, com avanço de 13,4%, assim como a indústria, que cresceu 0,9% no período. Esses indicadores positivos refletem diretamente em nosso setor, pois ampliam a confiança do consumidor e de empresários em investir nos produtos que vendemos”.

Para ele, como resultado desses índices, o setor de veículos começa a demonstrar certa reação, que já era esperada pela entidade.

Contudo, a Fenabrave preferiu manter as projeções para o ano, cujos índices foram divulgados em janeiro. Para automóveis e comerciais leves, a previsão é de que as vendas de 2017 superem as do ano passado em 2,04%, para 2,03 milhões de emplacamentos (leia aqui).



Fonte: www.automotivebusiness.com.br 

Comentários desta notícia

Publicidade