Publicidade
MEIO FILTRANTE - Relatório de Sustentabilidade da Petrobras indica investimentos de R$ 1,8 bilhão

Esta notícia já foi visualizada 196 vezes.

Relatório de Sustentabilidade da Petrobras indica investimentos de R$ 1,8 bilhão

Data:5/6/2017

Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil

Foto: Ações da Petrobras contemplam projeto Tamar que completa 37 anos este ano com 35 milhões de filhotes protegidos - Agencia Brasil/arquivo

O Relatório de Sustentabilidade 2016, divulgado hoje (5), pela Petrobras, no Rio de Janeiro, prioriza as iniciativas voltadas para a redução de emissões diretas e o apoio a iniciativas direcionadas para a preservação ambiental. Ele indica que a estatal e as empresas parceiras investiram em projetos de pesquisas e desenvolvimento (P&D) R$ 1,8 bilhão no ano passado.

A publicação reúne informações sobre o desempenho operacional, econômico, social e ambiental da companhia e, pela primeira vez, o relatório faz correlação com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU) e que contém 17 objetivos que envolve temas como mudança do clima, uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres, crescimento econômico, consumo e produção sustentáveis.

O documento apresenta, ainda, como novidade, a representação, por meio do modelo de negócios, da atuação da companhia em sustentabilidade e fatores determinantes para seus resultados e capacidade de gerar valor. Os avanços obtidos na gestão ambiental da companhia também estão entre os dados divulgados hoje.

“A companhia tem investido em programas e ações de otimização de processo e mitigação de emissões, tais como a modernização de instalações, a utilização de equipamentos mais eficientes, o aumento do aproveitamento de gás natural, a padronização de projetos e práticas operacionais e investimentos em pesquisa e tecnologia”, diz a nota da Petrobras.

Investimentos

Segundo o Relatório de Sustentabilidade 2016, que apresenta as linhas gerais de pesquisa desenvolvidas pela companhia e instituições parceiras, R$ 1,8 bilhão investido na evolução dos negócios e no avanço tecnológico do setor de petróleo e gás levou a uma redução de 15% das emissões absolutas de gases de efeito estufa em relação a 2015.

“Ações de reúso de água também obtiveram resultados relevantes. Em 2016, a Petrobras reutilizou 24,8 milhões de metros cúbicos de água (m³), o que corresponde a 11,5% da demanda total de água doce da companhia, volume suficiente para abastecer, por exemplo, uma cidade de aproximadamente 600 mil habitantes por um ano”.

Do total investido em projetos de P&D, de um total de R$ 1,8 bilhão, R$ 548,5 milhões foram aplicados em parcerias com 90 universidades e institutos de pesquisa no Brasil e com 21 instituições internacionais. Ao longo de 2016, foram feitos pela Petrobras 24 pedidos de patente no Brasil e 38 no exterior.

A nota informa, ainda, que na área socioambiental foram investidos R$ 120 milhões por meio do Programa Petrobras Socioambiental, contemplando 470 iniciativas. Entre elas, o projeto Tamar, que completou 35 anos de parceria com a Petrobras em 2017 e espera atingir a marca de 35 milhões de filhotes protegidos até o final do ano.

O Tamar, segundo a Petrobras, é membro da Rede Biomar, grupo composto também pelos Projetos Albatroz, Baleia Jubarte, Coral Vivo e Golfinho Rotador. Referência em conservação da biodiversidade marinha no Brasil, a Rede Biomar abrange 12 espécies ameaçadas de extinção, com classificações que vão de vulnerável a criticamente em perigo. Nesses dez anos de trabalho, a rede atuou diretamente em 10 estados, compreendendo 54 municípios.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: Agência Brasil

Comentários desta notícia

Publicidade