Publicidade
MEIO FILTRANTE - Florianópolis deixará de emitir 200 toneladas de CO2 com usina solar

Esta notícia já foi visualizada 110 vezes.

Florianópolis deixará de emitir 200 toneladas de CO2 com usina solar

Data:11/8/2017

Atualmente, a fonte renovável já alimenta dezenas de computadores na cidade.

Foto: iStock by Getty Images

Trinta e seis painéis estão captando a luz do sol e fazendo funcionar dezenas de computadores numa empresa de tecnologia de Florianópolis. A usina para a geração de energia elétrica fotovoltaica foi instalada em três dias no telhado da sede da organização, e além de ajudar a preservar o meio ambiente, vai proporcionar a economia com a redução da conta de luz e permitir o desenvolvimento de pesquisas e novas estratégias para o fornecimento energético.

O sistema tem capacidade de geração de 11,7 kWp (kiloWatt-pico) por mês, o que corresponde a 1200 kWh (kiloWatt-hora). Uma residência consome em média 157 kWh a cada trinta dias, ou seja, a energia produzida pela usina a partir da luz do sol poderia abastecer quase oito casas em um mês.

Na Teltec Solutions, que integra soluções baseadas na computação em nuvem, o novo sistema vai atender até 30% da demanda mensal. Além do sistema de ar condicionado, que usa 50% de toda a energia fornecida, um data center aparece em segundo lugar no ranking de consumo elétrico. Ele é o responsável por manter seguras e disponíveis a qualquer momento todas as informações dos clientes que usam a cloud computing e estão em diferentes pontos do Brasil. Dessa forma, o abastecimento precisa ser de alta performance e ininterrupto.

Para o gerente de serviços da empresa, Murilo Schulz, o principal motivador do projeto foi a preocupação com o meio ambiente. Por ser uma fonte de energia renovável, é praticamente inesgotável e não há nenhum impacto para ser produzida. “É um investimento de médio prazo que nos traz benefícios permanentes, além do tempo de payback que hoje é estimado em cerca de 7 anos”, diz. No longo prazo, o benefício é ainda maior: a energia captada do sol terá poupado a emissão de 186 toneladas de gás carbônico, o que equivale a 105 mil quilômetros rodados por um carro. Seria o mesmo que ter plantado quase 350 árvores.

A instalação da usina fotovoltaica da Teltec é uma das 550 que existem em Santa Catarina. A perspectiva da companhia elétrica estadual é que até o final de 2017, outras cerca de 1500 sejam instaladas. Para construir um projeto semelhante, o interessado precisa, além de adquirir os equipamentos, buscar a regulamentação na concessionária de energia local.


Fonte: www.ciclovivo.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade