Publicidade
MEIO FILTRANTE - Brasil está entre os 10 principais mercados mundiais para investimentos em tecnologias ambientais e oferece oportunidades para indústria de filtros

Esta notícia já foi visualizada 192 vezes.

Brasil está entre os 10 principais mercados mundiais para investimentos em tecnologias ambientais e oferece oportunidades para indústria de filtros

Data:21/8/2017

País ocupa o quarto lugar em resíduos e reciclagem, quinta colocação em poluição do ar e sexto lugar em água, mercado avaliado em US$ 29,6 bilhões.


O mercado mundial para tecnologias ambientais está estimado em US$ 1.05 trilhões (2015) segundo estudo do ITA (International Trade Administration). O Brasil está entre os 10 principais mercados mundiais para investimentos em tecnologias ambientais, ocupando o quarto lugar no Top Markets 2016, com o mercado de tecnologias ambientais avaliado em US$ 29,6 bilhões, o maior da América Latina. Além disso, ocupa o quarto lugar em resíduos e reciclagem, quinta colocação em poluição do ar e sexto lugar em água. “O mercado de filtração automotiva e, especialmente, a industrial tem diversas oportunidades devido a inúmeros fatores, entre eles, a necessidade de se cumprir as exigências das leis ambientais, incluindo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), reciclagem de resíduos e redução da poluição do ar, bem como a busca pela universalização do saneamento”, afirma João Moura, presidente da Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais, entidade que representa 38 das principais empresas dos setores de filtros automotivos e industriais.

 

Muito precisa ser feito na área que ainda sofre com uma grande carência, tanto em tratamento de água como efluentes. Atualmente, segundo estudos do SNIS (Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento) e o Instituo Trata Brasil, somente cerca de 83% da população é atendida com abastecimento de água tratada e estes números ficam ainda mais agravantes quando falamos de esgoto, sendo que somente 50% da população tem coleta de esgoto e somente 42% destes esgotos são tratados.

 

Neste sentido, entre as demandas de tecnologias e serviços que requerem atenção para investimentos estão: filtração avançada, filtração de membrana, aeradores e tecnologia de sedimentação, tecnologias de água inteligentes e de resíduos para energia, tratamento biológico, osmose reversa, digestão anaeróbica, nitrificação / desnitrificação, lodo integrado de película fixa ativada, espessadores e dispositivos de desidratação, secadores e incineradores de lodo, equipamento de monitoramento e de testes.

 

Leis e normas para garantir a qualidade do ar também demandam mais tecnologia e serviços, entre eles, sistemas contínuos de monitoramento de emissões, equipamento de monitoramento da qualidade do ar, produtos de teste analítico e de laboratório e serviços; equipamento de controle da poluição do ar e sistemas de controle de emissões de poluentes provenientes do combustível.

 

O estudo norte-americano ressalta ainda que, apesar de algumas ressalvas, como impostos elevados, isenções de impostos em algumas atividades e custos onerosos, o mercado brasileiro é amplo e apresenta diversas oportunidades de crescimento com tecnologias e com vários níveis de capacidade técnica.

 


Sobre a Abrafiltros:

Criada em 2006, a Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais – reúne os principais fabricantes de filtros automotivos e industriais do País. A entidade nasceu da necessidade do segmento ser representado e promove ações visando o desenvolvimento e fortalecimento do setor.




Fonte:  Assessoria de Imprensa

Comentários desta notícia

Publicidade