Publicidade
MEIO FILTRANTE - BASF e bse Engineering assinam acordo de desenvolvimento para transformar o CO2 e a corrente em excesso em metanol

Esta notícia já foi visualizada 1246 vezes.

BASF e bse Engineering assinam acordo de desenvolvimento para transformar o CO2 e a corrente em excesso em metanol

Data:4/10/2017

Novo processo, economicamente viável, de unidades de produção descentralizadas e de pequena escala, permite a transformação em energia química armazenável 
BASF fornecerá à bse Engineering catalisadores feitos sob medida e adaptados para este novo processo
Parceria ajudará a introduzir um processo sustentável de uso do CO2 e da sobrecorrente

A BASF e a bse Engineering celebraram um acordo exclusivo de desenvolvimento conjunto para que a BASF forneça catalisadores, feitos sob medida, para um novo processo de armazenamento de energia química. Este processo, economicamente viável, permitirá a transformação da corrente em excesso e do CO2 off gas em metanol para armazenamento de energia química em unidades de produção de pequena escala descentralizadas.

A geração de corrente a partir de fontes de energia renovável, como usinas eólicas ou de energia solar, gera uma sobrecorrente em períodos que os clientes não necessitam. Normalmente, é difícil conseguir utilizar a corrente em excesso no momento em que ela é gerada. Seu uso efetivo é essencial para que a produção de energia a partir de fontes renováveis seja economicamente viável.

Algumas plantas de produção industrial, como metalúrgicas, incineradoras ou usinas a carvão, geram CO2. A redução deste gás, promotor do efeito estufa, é um dos principais objetivos definidos no Acordo de Paris sobre Mudança do Clima de 2015.

O novo processo, desenvolvido pela bse Engineering, permite o uso sustentável da sobrecorrente e do CO2, por meio de unidades de pequena escala, descentralizadas, construídas nos locais onde os dois componentes são gerados, ou seja, perto de centrais elétricas que usam fontes renováveis de energia e grandes fábricas industriais que produzem CO2. A corrente em excesso será usada para produzir hidrogênio por meio de eletrólise descontínua. Em um segundo passo, acontece a produção do metanol, a partir do CO2 e do hidrogênio, o que valoriza a corrente em excesso e o CO2 da corrente off gas.


No segundo processo, os catalisadores da BASF serão usados para a síntese de metanol. Os catalisadores foram calibrados e adaptados para este processo específico, para uma produção mais eficiente de metanol. O metanol é um dos produtos químicos básicos mais importantes usados em diversas aplicações industriais. Por exemplo, em alguns países ele é misturado ao diesel ou à gasolina.
“Estamos felizes por participar deste empolgante empreendimento, contribuindo de maneira relevante para uma solução concreta utilizando a sobrecorrente e CO2 como matérias-primas”, afirma Adrian Steinmetz, vice-presidente de Catalisadores Químicos da BASF. “Aproveitaremos nosso know-how e expertise sobre catalisadores para desenvolver uma resposta sustentável utilizando novas fontes de energia e CO2 como material”.


“A cooperação entre a BASF e a bse Engineering é outro exemplo de nossa colaboração frutífera com empresas de engenharia e manufaturas. Assim, contribuímos com nosso know-how único, como líder mundial na produção de catalisadores, para facilitar os novos processos e as tecnologias inovadoras de amanhã”, considera Detlef Ruff, vice-presidente sênior de Catalisadores de Processo da BASF.

“Depois de passar quatro anos desenvolvendo o conceito global do processo, estamos prontos para entrar na fase de licenciamento e logo começaremos a construção das primeiras usinas”, afirma Christian Schweitzer, diretor executivo da Bse Engineering. “A implantação desse processo tem a garantia de marcas líderes internacionais das respectivas unidades de serviço e peças, por meio de um consórcio composto pela Aker Solutions ASA, Sulzer Chemtech AG, InfraServ GmbH & Co. Knapsack KG, sob a liderança da bse Engineering. Temos muito orgulho de trabalhar com uma empresa líder, experiente e inovadora como a BASF no aperfeiçoamento dos catalisadores de alta tecnologia, transformando nossa visão em realidade”.

Sobre a bse Engineering
Segundo o lema de “Mais Soluções - Menos Construções”, a BSE ENGINEERING LEIPZIG GMBH incrementa o benefício de seus clientes com medidas organizacionais, logísticas, econômicas, normativas e - não só - de construção, alinhadas individualmente. Visamos uma parceria duradoura com nossos clientes, como organizadora de fábricas. E com a cooperação com freelancers e parceiros comerciais, podemos ajustar nossas competências e capacidades para atender às demandas de nossos clientes. www.bse-engineering.eu.


Sobre a Divisão de Catalisadores da BASF
A divisão de Catalisadores da BASF é a fornecedora líder mundial de catalisadores ambientais e de processo. O grupo oferece expertise excepcional no desenvolvimento de tecnologias que protegem o ar que respiramos, produz os combustíveis que alimentam o mundo e garante a produção eficiente de uma grande variedade de químicos, plásticos e outros produtos, inclusive materiais avançados de bateria. Aproveitando a nossa liderança na indústria nas plataformas P&D, a paixão pela inovação e conhecimento profundo de metais preciosos e de base, a divisão de Catalisadores da BASF desenvolve soluções únicas e proprietárias que impulsionam o sucesso do cliente. Informações sobre a divisão de Catalisadores da BASF disponíveis em www.catalysts.basf.com.

Sobre a BASF
Na BASF nós transformamos a química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 114 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo. Nosso portfólio é organizado em cinco segmentos: Químicos, Produtos de Performance, Materiais e Soluções Funcionais, Soluções para Agricultura e Petróleo e Gás. A BASF gerou vendas de cerca de € 58 bilhões em 2016. As ações da BASF são comercializadas no mercado de ações de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurich (BAS). Para mais informações, acesse: www.basf.com.



Fonte: www.maxpress.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade