Publicidade
MEIO FILTRANTE - Investimentos e desempenho ambiental são destaques do Relatório de Sustentabilidade da Toyota

Esta notícia já foi visualizada 176 vezes.

Investimentos e desempenho ambiental são destaques do Relatório de Sustentabilidade da Toyota

Data:8/11/2017

Documento traz balanço de atividades executadas pela montadora japonesa entre abril de 2016 e março de 2017

Investimentos, inovação e tecnologia e desempenho ambiental marcam a 9ª edição do Relatório de Sustentabilidade 2017 da Toyota do Brasil. Lançado nesta segunda-feira, dia 6, no espaço Toyota “Hybrid House”, localizado no Parque Villa Lobos, em São Paulo, o documento segue as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), instituição que estabelece o padrão internacional de relatórios socioambientais corporativos, e apresenta temas em consonância com os públicos de interesse da montadora.

Mesmo diante de um cenário macroeconômico instável e certa retração no setor automotivo em 2016, a Toyota demonstrou confiança e reforçou sua parceria e compromisso com o desenvolvimento do Brasil por meio de uma série de investimentos no negócio e nas comunidades onde atua. Como consequência, a empresa obteve um aumento de 2,6% em vendas, terminando o ano de 2016 na inédita 5ª colocação em vendas nacionais, com 8,8% de market share, um recorde para a empresa em seus quase 60 anos de Brasil.

Em novembro de 2016, foi anunciada a expansão da planta de motores de Porto Feliz (SP), que passa a produzir propulsores para a linha de automóveis da marca produzida no Brasil a partir do segundo semestre de 2019. A unidade receberá mais R$ 600 milhões e gerará 200 novos postos de trabalho, contribuindo para abastecer as fábricas de Indaiatuba e Sorocaba, em São Paulo, com motores 100% nacionais.

Em resposta ao tema tecnologia e inovação, a Toyota, montadora pioneira na introdução da tecnologia híbrida no Brasil, manteve liderança no segmento por meio do Prius, que alcançou a marca de 485 unidades vendidas ao fim de 2016. A companhia busca fomentar condições competitivas para a popularização de tecnologias como os veículos híbridos, elétricos e movidos a células de combustível, em uma agenda positiva do setor.

Desafios ambientais

Ciente dos desafios que a indústria automotiva viveu e viverá nas próximas décadas, a Toyota está atenta às tendências do setor e ao estudo de novas tecnologias para aprimorar seus processos. Como parte de seu compromisso com a melhoria contínua, a Toyota Motor Corporation divulgou ao mercado, em 2015, o Toyota Environmental Challenge 2050 (Desafio Ambiental Toyota 2050) – uma política que estipula pilares para zerar impactos negativos da operação e gerar benefícios para o meio ambiente e a comunidade.

Na metade do século, a matriz espera ter neutralizado emissões de CO2 (dióxido de carbono) em novos veículos, no ciclo de vida do produto e nas fábricas. Além disso, a companhia propõe exercer impacto positivo por meio de três pilares: minimização e otimização do uso da água; estabelecimento de sistemas e sociedades baseados na reciclagem; e estabelecimento de uma sociedade em harmonia com a natureza.

Desde os processos de pesquisa e desenvolvimento até o uso dos veículos e seu descarte, passando por chão de fábrica, distribuição e vendas, a montadora desafiou suas subsidiárias a colaborar com o atingimento de tais metas. No Brasil, a Toyota vem contribuindo por meio da compra de energia (eletricidade) gerada por fontes 100% renováveis, com a minimização de uso de água nas fábricas, principalmente via reuso de água da chuva e com melhor desempenho regional em resíduos gerados nas fábricas.

As operações da fábrica de Porto Feliz (SP) e do centro logístico de Suape (PE) também vêm cooperando com a meta desafiadora de zerar a emissão de CO2 nas fábricas até 2020. No ano fiscal entre 2016 e 2017, Porto Feliz e Suape evitaram a emissão de 6,8 mil toneladas de poluentes, uma redução de 19,5%, em comparação ao modal ferroviário. A expectativa divulgada à época da inauguração era de uma economia anual de 1,6 mil toneladas de CO2.

Outro avanço recente foi a implantação de modal ferroviário entre Santos e Suzano (SP) para o transporte de peças importadas para as fábricas do interior de São Paulo, que também contribuem para o alcance dos objetivos do Desafio Ambiental Toyota 2050.

Pesquisa e desenvolvimento

Um importante passo para evoluir nessas metas no Brasil foi dado no ano fiscal 2016 e 2017 com a inauguração, em São Bernardo do Campo (SP), do primeiro Centro de Pesquisa Aplicada (CPA) da Toyota na América Latina. O moderno espaço, alvo de R$ 46 milhões em investimentos, soma-se a centros na Europa, na Tailândia e nos Estados Unidos para reforçar a pegada local dos produtos Toyota.

Dentro do local, especialistas em engenharia e design estudam soluções para modificar carros fabricados localmente, criar edições limitadas, estudar novas aplicações de materiais e avaliar peças e materiais de fornecedores. Também há estrutura para realização de testes de emissões, prototipagem de acessórios e análise de matérias-primas. A nova versão do Etios, lançada também no ano fiscal, foi a primeira a contar com as modificações pensadas no centro, com foco no aspecto visual.

O modelo Toyota na saúde

Em função de sua reputação e do reconhecimento de seu modelo de operação, a Toyota é frequentemente envolvida em projetos de aumento de eficiência em diferentes setores. Entre os anos de 2015 e 2017, um projeto de destaque foi a implementação do Sistema Toyota de Produção (TPS) no Hospital Santa Cruz, situado na cidade de São Paulo.

A instituição foi a primeira a contar com a metodologia, repassada a partir da atuação de uma equipe de especialistas da Toyota – que deu apoio aos gestores e colaboradores do hospital. A área de pronto atendimento foi o ponto de partida para observação e análise. Do tempo de espera à qualidade de atendimento, passando pela forma como os pacientes se deslocavam pelo local, pôde-se planejar a primeira economia de tempo e recursos. Como resultado das intervenções feitas pela equipe de TPS, o tempo de montagem de kit de medicamentos dos pacientes pelos enfermeiros caiu 22%. Além disso, houve redução de ao menos 30 minutos no tempo de espera por atendimento. O deslocamento médio dos pacientes também foi reduzido em 80 metros, e o início de aplicação de medica&cc edil;ão teve ganho de 11 minutos por turno.

Mais avanços sociais

Estruturada para dar continuidade e ampliar as ações de impacto social positivo da companhia, a Fundação Toyota do Brasil concentra iniciativas nos temas de defesa do meio ambiente e dos biomas brasileiros e de educação e promoção da responsabilidade ambiental e da cidadania. Entre suas atividades desenvolvidas no último ano fiscal, está a revitalização da Biblioteca Pública Municipal Monteiro Lobato, em São Bernardo do Campo (SP), que foi entregue à cidade em apenas sete meses e com atributos superiores ao planejado.

O projeto buscou modernizar, ampliar o conforto e reforçar a eficiência em uso de recursos do equipamento público, uma referência na educação no município cuja revitalização foi demandada pelo Conselho de Orçamento Participativo. Além da revitalização de espaços, foi inaugurada uma nova sala multiuso para até 120 pessoas sentadas e um novo conceito para o pavimento térreo, agora no modelo de biblioteca aberta.

O principal benefício, porém, foi a oferta da expertise da montadora com melhorias em ecoeficiência. A Fundação Toyota otimizou os recursos e conseguiu uma economia de 5% do orçamento original, realizando a obra com o valor de R$ 4,5 milhões. Ao final da reforma, a Fundação Toyota do Brasil identificou duas outras demandas para o espaço de uso social, a internet e o controle de visitantes do local. Por isso, a entidade investiu mais R$ 500 mil na contratação de oito pontos de Wi-Fi, que são gratuitos aos visitantes, e na compra de 14 computadores, dois notebooks, dois tablets e dois videogames, que estão instalados no espaço digital. Foram adquiridos também um portal eletromagnético, que ajuda a mensurar o número de visitantes, e um sistema d e acompanhamento de empréstimos de livros.

O conteúdo completo do Relatório de Sustentabilidade 2017 da Toyota do Brasil pode ser acessado no site oficial da montadora (toyota.com.br/sustentabilidade).

Para acessar este press release, bem como todo o material de imprensa da Toyota do Brasil, como fotos e vídeos, visite www.toyotaimprensa.com.br.

 

A Toyota do Brasil Ltda. conta com quatro unidades produtivas: uma em Indaiatuba (SP), São Bernardo do Campo (SP) e Sorocaba (SP) e Porto Feliz (SP), três centros de distribuição de veículos em Guaíba (RS), Vitória (ES) e Suape (PE), um centro de distribuição de peças em Votorantim (SP) e um escritório de representação em Brasília (DF), e mais de 5.700 colaboradores. Fundada em 1937, a Toyota Motor Corporation (TMC) é uma das fabricantes de veículos para passageiros e comerciais mais representativas do mundo. Com produção em 28 países e regiões e vendas em mais de 160 países, a empresa é detentora das marcas Toyota, Lexus, Daihatsu e Hino. A Toyota possui ações nas Bolsas de Valores de Tóquio, Nagoya, Osaka, Fukuoka e Sapporo (Japão), Nova Iorque (EUA) e Londres (Reino Unido) e emprega atualmente mais de 325.000 colaboradores em todo o mundo. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.toyota.co.jp e www.toyota.com.br ou www.facebook.com.br/toyotadobrasil


Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários desta notícia

Publicidade