Publicidade
MEIO FILTRANTE - RenovaBio e política da Petrobras devem estimular listagem de usinas, diz São Martinho

Esta notícia já foi visualizada 164 vezes.

RenovaBio e política da Petrobras devem estimular listagem de usinas, diz São Martinho

Data:9/11/2017

A manutenção da política de formação de preços de combustíveis da Petrobras e a efetivação do RenovaBio, programa do governo federal para expansão dos biocombustíveis, devem estimular outras companhias sucroenergéticas a ter ações negociadas em bolsa, disse nesta quarta-feira o diretor financeiro do Grupo São Martinho,

“Se mudando um pouco a partir de agora com o RenovaBio, com regras estáveis, previsibilidade no futuro, se a questão dos preços de combustíveis nos próximos governos for em linha com a de agora, o interesse do setor de açúcar e álcool aumentará”, afirmou ele.

”Com isso, podem entrar mais empresas para serem listadas (em bolsa)”, acrescentou durante palestra no XP Datagro Agrifinance, evento técnico-financeiro do agronegócio que ocorre em São Paulo.

O Grupo São Martinho é um dos três do setor sucroenergético brasileiro atualmente listados na bolsa paulista B3, ao lado de Biosev e Cosan, parceira da Shell na joint venture Raízen.

Trata-se de uma quantidade pequena de grupos se levado em conta que a indústria de açúcar e etanol nacional é a maior do mundo.

Nos últimos meses, o setor sucroenergético do Brasil vem apostando no RenovaBio como uma forma de impulsionar os investimentos.

Ainda em análise no governo, o programa foi oficialmente lançado em dezembro de 2016, levado a consulta pública no primeiro trimestre deste ano e teve suas diretrizes aprovadas pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) em junho.

A expectativa é de que essa reforma na política de biocombustíveis, que buscará reduzir as emissões de gases do efeito estufa, deverá impulsionar a demanda por combustíveis mais limpos, estabilizar a indústria e acelerar uma recente onda de fusões e aquisições no setor.

O governo tende a enviar o RenovaBio ao Congresso Nacional como um projeto de lei (PL), e não mais como medida provisória (MP).

Nessa linha de estímulo ao etanol, o setor de cana recebeu positivamente a nova sistemática de formação de preços da Petrobras, em vigor desde julho.

Desde então, as cotações da gasolina, concorrente direto do etanol hidratado, seguem as oscilações do produto e do petróleo no mercado internacional, com reajustes quase que diários, ao contrário das cotações represadas que vigoraram em governos passados e que prejudicaram boa parte da indústria de etanol.

O Grupo São Martinho deve divulgar os resultados financeiros do segundo trimestre da safra 2017/18, equivalente ao terceiro trimestre do ano (julho a setembro), na quinta-feira.

No primeiro trimestre da temporada, o lucro da empresa disparou quase 200 por cento, com moagem de cana em torno de 7 por cento maior.


Fonte: Reuters /  www.energia.sp.gov.br

Comentários desta notícia

Publicidade