Publicidade
MEIO FILTRANTE - Petrobras anuncia venda da Refinaria de Pasadena nos EUA

Esta notícia já foi visualizada 200 vezes.

Petrobras anuncia venda da Refinaria de Pasadena nos EUA

Data:7/2/2018

Através de sua afiliada Petrobras America Inc (“PAI”), a companhia está divulgando a Oportunidade (Teaser).

A Petrobras iniciou, por meio de sua afiliada Petrobras America Inc (“PAI”), a etapa de divulgação da oportunidade (Teaser), referente à venda da refinaria de Pasadena, localizada nos Estados Unidos.

De acordo com o comunicado, a oportunidade contempla todo o sistema de operações de refino de Pasadena, incluindo a refinaria, com capacidade de processamento de petróleo de 110 mil barris por dia e capacidade de armazenamento de 5,1 milhões de barris de petróleo e derivados, o terminal marítimo, a logística e os estoques associados, além de um terreno estrategicamente localizado no canal marítimo de acesso a Houston (Houston Ship Channel), para oportunidades de expansão futura.

A transação consiste na alienação da participação da PAI nas empresas: Pasadena Refining System, Inc, PRSI Trading LLC e PRSI Real Property Holdings LLC.

O Teaser, que contém as principais informações sobre a oportunidade, bem como os critérios objetivos para a seleção de potenciais participantes no processo, está disponível no site da Petrobras: [http://www.investidorpetrobras.com.br/pt/comunicados-e-fatos-relevantes].

Além do Teaser, as principais etapas subsequentes do projeto de desinvestimento da companhia serão divulgadas, conforme a seguir: · Início da fase não-vinculante (quando for o caso) | · Início da fase vinculante | · Concessão de exclusividade para negociação (quando for o caso) | · Aprovação da transação pela alta administração (Diretoria Executiva e Conselho de Administração) e assinatura dos contratos | · Fechamento da operação (closing).

A presente divulgação ao mercado está em consonância com a sistemática para desinvestimentos da Petrobras e está alinhada às orientações do Tribunal de Contas da União (TCU).


Fonte: www.revistafatorbrasil.com.br 

Comentários desta notícia

Publicidade