Publicidade
MEIO FILTRANTE - Bancos liberam mais de R$ 39 bilhões para compra de veículos até abril

Esta notícia já foi visualizada 282 vezes.

Bancos liberam mais de R$ 39 bilhões para compra de veículos até abril

Data:12/6/2018

Resultado alcançado em abril representa uma alta de 33,4% nos últimos 12 meses. As operações CDC tiveram um aumento de 53%, para a aquisição de veículos leves, em comparação a abril de 2017.

O total de recursos liberados para financiar a compra de veículos, nos quatro primeiros meses de 2018, somou R$ 39,049 bilhões. Esse volume representa um aumento de 33,4% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando os bancos concederam quantias na ordem de R$ 29,2 bilhões. Para as operações de CDC foram liberados R$ 38,4 bilhões, enquanto R$ 623 milhões são advindos do leasing.

De acordo com os dados do boletim divulgado pela ANEF, em abril os bancos liberaram R$ 10,2 bilhões em CDC para a compra de veículos leves, volume 0,6% inferior ao atingido no mês anterior. Ainda assim, o índice é 53% superior ao registrado no mesmo período do ano passado. Desse total, R$ 8,4 bilhões foram destinados para as pessoas físicas e os R$ 1,7 bilhão restante para as pessoas jurídicas.

“A expectativa para este ano é de que o financiamento de veículos se mantenha em ritmo de crescimento constante, o que mostra a confiança do consumidor na economia, mesmo que estejamos em um ano de Copa do Mundo e de eleições”, explica o presidente da ANEF (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras), Luiz Montenegro.

Já para as operações de leasing foram liberados R$ 162 milhões, redução de 4,1% em relação ao mês de março, porém, alta de 6,6% na comparação com abril de 2017. O maior volume, de R$ 130 milhões, foi destinado às empresas, e os R$ 32 milhões restantes às pessoas físicas.

Saldo das carteiras — Em abril, o saldo das carteiras atingiu a marca de R$ 178,7 bilhões, alta de 1,2% em relação ao mês de março e de 10,7% em doze meses. Desse montante, R$ 175,2 bilhões correspondem às operações de CDC e R$ 3,5 bilhões à carteira de leasing.

Inadimplência — No quarto mês do ano, a taxa de inadimplência nas operações de financiamento para pessoas físicas foi de 3,6%. Isso representa uma queda de 0,9% ponto percentual em doze meses. Na carteira de leasing, o índice de não pagadores foi de 2,2%, redução de 1,4 ponto percentual na comparação com mesmo período de 2017.

Para as pessoas jurídicas, a taxa de inadimplência nas operações de CDC foi de 2,0%, o que representa uma queda de 0,5 ponto percentual em relação a março, e de 2,3 ponto percentual na comparação com abril de 2017. Na carteira de leasing, o índice foi 1,1%, redução de 0,5 ponto percentual na comparação com o mês anterior e diminuição de 2,5 pontos percentuais em doze meses.

Taxa de juros — Em abril, as entidades associadas à ANEF cobraram juros de 18% ao ano e 1,39% ao mês, enquanto os independentes trabalharam com 21,5% e 1,64%, respectivamente. O prazo médio das concessões, que no mesmo período do ano passado era de 41,9, este mês, passou para 42,9.



Fonte: www.revistafatorbrasil.com.br 

Comentários desta notícia

Publicidade