Publicidade
MEIO FILTRANTE - ABB investe US$ 30 mi em nova fábrica

Esta notícia já foi visualizada 1195 vezes.

ABB investe US$ 30 mi em nova fábrica

Data:6/7/2018

Inovadoras buchas de resina epóxi seca possibilitarão a transmissão UAT de longa distância e promoverão a segurança e a eco eficiência

 

A ABB está investindo mais de US$30 milhões em uma nova unidade fabril de ponta, sob construção no complexo da empresa em Ludvika, na Suécia. A nova unidade impulsionará a produção e expandirá a capacidade e a gama da oferta da companhia em buchas secas de alta tensão.

 

O mercado para buchas de alta tensão, um componente essencial para redes elétricas, vem crescendo em função do aumento na demanda global por eletricidade e das quantidades crescentes de conexões de transmissão de energia de longa distância, utilizados para transmitir energia de fontes renováveis e demandantes de níveis de tensão mais elevados.

 

As buchas são dispositivos cônicos ocos, muitas vezes cerâmicos, que permitem a passagem segura de condutores elétricos como paredes ou reservatórios, e isolam o condutor e seu campo elétrico. A isolação do condutor elétrico e outros fatores de segurança se tornam mais importantes com o aumento da tensão. Enquanto habitualmente as buchas usam óleo como material isolante, buchas "secas" (produzidas na nova fábrica), usam resina epóxi, o que as tornam mais seguras e sustentáveis.

 

Construir a unidade de produção no complexo da empresa em Ludvika, uma das maiores e mais tecnologicamente avançadas áreas fabris da ABB, permitirá que os materiais sejam montados e testados sob os padrões mais elevados de produção, segurança e eficiência.

 

"Com essa nova fábrica, aumentaremos nossa capacidade de produção para cobrir o aumento da demanda por nossas inovadoras buchas secas em resina epóxi," disse Markus Heimbach, diretor da Unidade de Negócios de Transformadores da ABB, que é parte da divisão de Power Grids da empresa. “Esse investimento reforça o compromisso da companhia em liderar o desenvolvimento de tecnologias de ponta, bem como a posição da ABB como parceira preferencial que torne possível uma rede mais robusta, mais inteligente e mais sustentável.”

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários desta notícia

Publicidade