Publicidade
MEIO FILTRANTE - Grupo PSA eleva faturamento e lucro no 1º semestre

Esta notícia já foi visualizada 262 vezes.

Grupo PSA eleva faturamento e lucro no 1º semestre

Data:25/7/2018

Companhia sustenta resultados financeiros robustos com rentabilidade de quase 8% 

REDAÇÃO AB


O Grupo PSA conseguiu sustentar resultados financeiros robustos no primeiro semestre do ano, com expansão de faturamento e lucro. Somando as receitas das marcas automotivas Peugeot, Citroën, DS, Opel e Vauxhall, além da fabricante de componentes Faurecia e o Banco PSA Finance, as vendas nos primeiros seis meses de 2018 alcançaram € 38,6 bilhões, em expressivo crescimento de 40% sobre o mesmo intervalo de 2017, com 2,18 milhões de veículos vendidos globalmente (+38%) no período – o número foi anabolizado pela aquisição da Opel/Vauxhall no ano passado, que acrescentou 572 mil unidades às vendas globais do grupo entre janeiro e junho. 

O balanço semestral divulgado na terça-feira, 24, demonstra ainda lucro líquido consolidado de € 1,7 bilhão, valor 16,5% maior do que o obtido na primeira metade do ano passado. A margem operacional recorrente foi de 7,8% sobre o faturamento líquido, com resultado operacional de € 3 bilhões, vistosos 48% acima do primeiro semestre de 2017. O grupo destaca que o resultado foi alcançado apesar de fatores negativos como aumento de matérias-primas e taxas de câmbio desfavoráveis, o que foi superado graças ao aumento no volume de vendas, mix de produto mais atraente e reduções de custos adicionais. 

A maior margem de lucro operacional no semestre veio da divisão automotiva formada pelas marcas Peugeot, Citroën e DS, que alcançou nível de rentabilidade recorde de 8,5% sobre faturamento de € 22,1 bilhões, enquanto a Opel/Vauxhall (comprada pelo Grupo PSA no ano passado) obteve 5%, diante de receitas de € 9,9 bilhões. Ambos os porcentuais estão acima da meta anual de 4,5% proposta para o período 2016-2018 no plano estratégico Push to Pass, que tem como objetivo ganhos acima de 6% ao ano de 2019 a 2021. 

Durante a apresentação dos resultados financeiros, Carlos Tavares, presidente mundial do Groupe PSA atribui os bons resultados à disciplina financeira introduzida na companhia e maior foco em resultados. 

“O grupo demonstra desde 2014 habilidade recorrente de elevar sua rentabilidade global, eficiência e volumes, apesar de um contexto difícil. As equipes da Opel Vauxhall começam a entregar bons resultados para construir a nova empresa e estão ansiosas por demonstrar ainda mais o seu potencial. Nossa agilidade e forte foco na execução continuam sendo um poderoso ativo para atingirmos nossos objetivos”, afirmou Tavares.


O Banco PSA Finance reportou resultado operacional corrente de € 510 milhões, 63,5% maior do que o registrado no primeiro semestre de 2017. Já a Faurecia apurou lucro operacional de € 642 milhões no período, aumento de 10,1%.

O fluxo de caixa livre das atividades industriais e comerciais somou € 2,6 bilhões e o fluxo de caixa livre operacional foi de € 3,2 bilhões, dos quais € 1,2 bilhão da divisão Opel. 

Em 2018 o Grupo PSA prevê mercado automotivo estável na Europa, crescimento de 4% na América Latina, de 10% na Rússia e de 2% na China.



Fonte: www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade