Publicidade
MEIO FILTRANTE - Toyota e SoftBank se juntam para criar empresa de carros autônomos

Esta notícia já foi visualizada 211 vezes.

Toyota e SoftBank se juntam para criar empresa de carros autônomos

Data:5/10/2018

Joint venture vai se chamar Monet Technologies e oferecerá também serviços de mobilidade 

REDAÇÃO AB
 
A Toyota e o SoftBank vão se unir na fundação de uma terceira empresa, a Monet Technologies, de mobility network. O projeto é usar carros autônomos para oferecer serviços de transporte de pessoas e de varejo móvel, com lojas sobre rodas que podem se deslocar até o consumidor. O anúncio segue a tendência de grandes parcerias entre empresas automotivas e gigantes de tecnologia e acontece logo após a Volkswagen ter confirmado que trabalhará com a Microsoft na construção de uma nuvem de serviços digitais. 

A nova organização nasce com 30 funcionários sob a liderança de Junichi Miyakawa, diretor de tecnologia do Softbank. A empresa é uma parceira de peso para Toyota. A gigante japonesa de internet vem aumentando sua relevância ao investir em uma série de startups e negócios promissores por meio do Vision Fund, um enorme fundo de capital de capital de risco para o setor de tecnologia. Ao todo, o empreendimento conta com impressionantes US$ 100 bilhões para apostar em novos negócios – 40% deste total já estão aportados nos mais diversos empreendimentos ao redor do mundo. 

E-PALLET PARA SERVIÇOS DE MOBILIDADE

A organização terá 50,25% do controle acionário da Monet Technologias e contribuirá com a empresa ao oferecer sua tecnologia de Internet das Coisas. Já a Toyota controlará 49,75% da nova companhia e vai aplicar ali a sua plataforma de serviços de mobilidade. Inicialmente as empresas investirão US$ 17,54 milhões no novo empreendimento, montante que deve aumentar para US$ 87,72 milhões nos próximos anos. 

O negócio começará a rodar em 2020 inicialmente com o transporte de pessoas no Japão. Usando versões de produção do conceito E-Pallete da Toyota, os serviços oferecidos pela Monet podem incluir escritórios sobre rodas para ir trabalhando a caminho de uma reunião, entrega de comida, que seria preparada dentro dos próprios veículos configurados como uma cozinha móvel e ainda ambulâncias equipadas para oferecer alguns serviços médicos já no caminho para o hospital, como exames.

Esta não é a primeira ofensiva do SoftBank no setor de mobilidade. Por meio do Vision Fund a companhia é a maior acionista da Uber e também detém participação na chinesa Didi, dona da 99 no Brasil. A organização tem presença em empresas de robótica como a Boston Dynamics, na indústria de chips com a Nvidia, no varejo com o Alibaba e em uma série de outros setores e companhias.



Fonte: www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade