Publicidade
MEIO FILTRANTE - Cummins Inc. é reconhecida pela Sociedade de Engenheiras Femininas (SWE)

Esta notícia já foi visualizada 179 vezes.

Cummins Inc. é reconhecida pela Sociedade de Engenheiras Femininas (SWE)

Data:29/10/2018

Três colaboradores da companhia, entre eles uma brasileira, receberam prêmios internacionais por progressos significativos na comunidade STEM

A Cummins Inc. foi reconhecida na última sexta-feira (19) por meio de três colaboradores, entre eles, Ana Paula Marimoto, brasileira e atual líder Técnica de Sistemas Dinâmicos e Controles da companhia, pela Sociedade de Engenheiras Femininas (SWE), em Minneapolis, Minnesota, nos EUA.

O programa reconhece indivíduos que provaram ser inovadores e líderes em suas comunidades locais, além da atual e futura geração de STEM. Os ganhadores do prêmio SWE são profissionais de trabalho, corporações e universidades em todo o mundo, que desempenham um papel integral no apoio e avanço das mulheres na engenharia.

Premiada como Líder Emergente, Ana Paula Marimoto, demonstrou excelência técnica como indivíduo, com realizações significativas. Ela, que começou sua carreira na Cummins no Brasil em 2004, ajudou a lançar os primeiros motores eletrônicos da região. Posteriormente, conquistou as certificações Six Sigma Black Belt e Master Black Belt e desenvolveu cinco projetos de alto impacto, resultando em eficiências significativas e redução de custos, lidando com processos complexos de importação e exportação entre o Brasil e a China. Marimoto se mudou para os Estados Unidos com sua atual função e agora também é líder da equipe de gerenciamento de calibração. Seu time cresceu sob sua orientação e todos estão se esforçando para atender e exceder as metas individuais e para o grupo como um todo.

Os outros dois colaboradores reconhecidos pela SWE foram Anne McLaren, assessora Técnica da Engenharia de Confiabilidade, e Paul Sowerby, diretor Executivo de Operações Técnicas Globais, com os prêmios Spark e Memorial Rodney D. Chipp, respectivamente.

O Spark homenageia o indivíduo que contribuiu para o avanço das mulheres. Desde que ingressou na companhia, em 2003, McLaren demonstrou uma paixão por orientar e ajudar mulheres e homens na área técnica. Além de suas responsabilidades diárias, ela foi responsável pela criação e é lider da Iniciativa Feminina Técnica Cummins. É também patrocinadora e participante de vários programas de orientação profissional e comunitária, incluindo Big Brothers Big Sisters, onde atuou por mais de uma década. Por meio de seu papel global na liderança em engenharia de confiabilidade, McLaren está envolvida no recrutamento de engenheiros e no desenvolvimento deles para obterem sucesso. Engenheiros (homens e mulheres, mais jovens e mais velhos) são atraídos por conselhos, ensino e orientação, sendo McLaren um modelo para o sucesso e crescimento na organização técnica.

Vencedor do prêmio que celebra o trabalho de um homem ou empresa que realizou contribuição significativa para a aceitação e o avanço das mulheres na engenharia, Sowerby, por mais de 40 anos, tem trabalhado para incentivar a diversidade e inclusão, com muitos exemplos visíveis nos últimos 12 anos de sua carreira, especificamente em seu trabalho na China e na Índia. Na China, Sowerby aumentou a representação de mulheres na organização técnica em todos os níveis da organização de engenharia e foi também o principal líder do programa de patrocínio de educação de engenharia para mulheres. Na Índia, ele iniciou vários programas para inspirar mulheres líderes, encorajar mulheres jovens a fazer engenharia e melhorar significativamente nossa diversidade geral de gênero.

Para Penny Wirsing, presidente da SWE, “Os homens e mulheres foram reconhecidos porque romperam limites em suas carreiras e vidas pessoais. São indivíduos líderes, preparando o caminho para capacitar e inspirar futuras mulheres engenheiras em todo o mundo”.



Fonte: www.maxpress.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade