Publicidade
MEIO FILTRANTE - Consultoria planeja destino de lixo bilionário em SP

Esta notícia já foi visualizada 234 vezes.

Consultoria planeja destino de lixo bilionário em SP

Data:1/11/2018

Da Redação

BNDES e Prefeitura de SP divulgam edital para contratar consultores para o setor de resíduos sólidos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Prefeitura de São Paulo divulgaram o edital que vai escolher a consultoria para planejar o mercado de limpeza e resíduos sólidos, estimado em R$ 2,1 bilhões por ano na capital paulista. A empresa fará o planejamento e estruturação de projeto de modernização, manutenção e operação integrada dos serviços de limpeza urbana, de gestão de resíduos sólidos e de outros serviços complementares na cidade. A iniciativa faz parte do Programa Municipal de Desestatização, da capital paulista.

Para essa fase, o BNDES poderá contratar por até R$ 6,8 milhões a consultoria, mas como é uma concorrência, o valor de contratação deve ser menor. A contratação tem um sentido: o BNDES deverá prestar o suporte técnico e o assessoramento ao município ao longo de todas as etapas do procedimento de transferência do empreendimento à iniciativa privada, inclusive orientando a análise crítica das proposições recebidas no PMI conduzido pelo município, relativas ao modelo operacional e ao projeto de engenharia.

Segundo a ONU, 54% da população mundial vive em áreas urbanas e a cidade de São Paulo é uma das 28 megacidades do mundo, com uma população de 12,1 milhões de habitantes. A cidade também gasta mais de R$ 2,1 bilhões com os serviços de limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos.

O município é responsável pela gestão dos resíduos sólidos urbanos – RSU, que incluem resíduos da limpeza da cidade e domiciliares. Além de ter a maior geração absoluta do país, os indicadores de geração per capita/dia estão acima da média nacional, que foi de 1,04 kg/hab/dia. Se considerado todo o RSU, no ano passado, cada habitante do município contribuiu com 1,29 quilo por dia.


Fonte: www.infraroi.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade