Publicidade
MEIO FILTRANTE - Vendas de veículos leves avançam 14,3% em dez meses

Esta notícia já foi visualizada 163 vezes.

Vendas de veículos leves avançam 14,3% em dez meses

Data:5/11/2018

Até outubro, emplacamentos superam as 2,02 milhões de unidades 

SUELI REIS, AB
 
As vendas de veículos leves continuam em ritmo acelerado: com o fechamento de outubro, o volume acumulado do ano cresceu 14,3% na comparação com os mesmos dez meses do ano passado, de acordo com dados divulgados na quinta-feira, 1º, pela Fenabrave, entidade que reúne o setor de distribuição oficial das montadoras. Os emplacamentos totalizaram pouco mais de 2,02 milhões de unidades contra os 1,77 milhão vistos há um ano. O volume considera a soma dos licenciamentos de automóveis e de comerciais leves.

 
Os dados isolados de outubro mostram que houve aumento de 3,2% da média diária de vendas: foram vendidas pouco mais de 11,1 mil unidades em cada um dos 22 dias úteis do mês. Em setembro, o volume era de 10,7 mil unidades em 19 dias úteis.

“O mercado manteve sua tendência positiva de crescimento, mesmo diante do cenário conturbado do período”, comenta o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

O crescimento foi generalizado por segmento: as vendas de automóveis se elevaram 13,5% no acumulado de dez meses ao totalizar para 1,72 milhão de unidades. No comparativo mensal, com 208,8 mil emplacamentos em outubro, houve aumento de 20,5% sobre o resultado de setembro e alta de 25,1% sobre outubro de 2017.

Em comerciais leves, as vendas de janeiro a outubro atingiram as 304 mil unidades, incremento de 19,1% sobre as 255,1 mil de mesmo período do ano passado. Só em outubro, o segmento emplacou 35,9 mil: aumento de 13,9% na comparação com setembro e avanço de 20,6% sobre outubro de 2017.

PROJEÇÕES 2018

No início de outubro, a Fenabrave revisou suas projeções pela quarta vez no ano e apresentou números mais otimistas do que antes. Os concessionários esperam encerrar o ano com o emplacamento de 2,43 milhões de unidades, o que representará crescimento de 11,9% sobre o resultado de 2017.

Para isso, o setor terá de vender na média 200 mil unidades em novembro e o mesmo volume em dezembro para alcançar a previsão. Vale lembrar que só em outubro as vendas de veículos leves atingiram 244 mil, mas há de se levar em conta que novembro e dezembro deverão ter menos dias úteis por conta de feriados e festas de fim de ano, embora sejam tradicionalmente meses de maior fluxo nas concessionárias.

No volume previsto pela entidade, 2,07 milhões de unidades deverão ser de automóveis, aumento de 12% na comparação com o ano passado. Os comerciais leves devem encerrar o ano com 351,2 mil unidades, segundo as projeções da Fenabrave, o que levaria a uma alta de 11,2% do segmento.


Fonte: http://www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade