Publicidade
MEIO FILTRANTE - HPE Mitsubishi investe R$ 300 milhões na fábrica de Catalão

Esta notícia já foi visualizada 184 vezes.

HPE Mitsubishi investe R$ 300 milhões na fábrica de Catalão

Data:8/11/2018

Eclipse Cross já está à venda como importado. Será nacionalizado até o meio de 2019

Montadora vai nacionalizar o novo utilitário esportivo Eclipse Cross 

MÁRIO CURCIO, AB


A HPE, fabricante dos veículos Mitsubishi no Brasil, anunciou que vai investir R$ 300 milhões em sua fábrica de Catalão (GO) para a nacionalização do novo utilitário esportivo Eclipse Cross. A produção local começa no segundo semestre de 2019. O modelo vai se juntar naquela unidade ao utilitário esportivo ASX, ao sedã Lancer, às picapes da linha L200 Triton e ao jipe Suzuki Jimny.

A informação foi divulgada em entrevista coletiva no Salão do Automóvel de São Paulo, que abre ao público entre os dias 8 e 18 de novembro no São Paulo Expo. A fábrica de Catalão completou 20 anos e produziu 400 mil veículos nesse período. Enquanto não ocorre a nacionalização, o Eclipse Cross será importado. O modelo chega às revendas esta semana em duas versões, uma 4x2 de R$ 149.990 e outra 4x4 por R$ 155.990. 

De acordo com o diretor de operações da Mitsubishi, Robert Rittscher, a maior parte do investimento foi em equipamentos. A fábrica de Catalão tem cerca de 2 mil funcionários trabalhando em dois turnos.

“Temos capacidade instalada para 100 mil veículos/ano, mas estamos utilizando cerca de 30% disso”, afirma Rittscher.


Ele admite que haverá contratações para a produção do Eclipse Cross, mas não soube dizer quantas. Entre os destaques da montadora no Salão do Automóvel está o novo Pajero Sport HPE, equipado com motor 2.4 turbodiesel de 190 cavalos. Tem câmbio automático de oito marchas. O SUV leva até sete pessoas. 

Até o fim do ano a Mitsubishi deve vender entre nacionais e importados 27 mil unidades, registrando alta de 18% sobre o ano passado. Rittscher espera crescimento semelhante para 2019, o que daria cerca de 32 mil carros. 


Fonte: www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade