Publicidade
MEIO FILTRANTE - CPFL Santa Cruz aplica R$ 65,3 milhões na modernização da rede elétrica em 2018

Esta notícia já foi visualizada 932 vezes.

CPFL Santa Cruz aplica R$ 65,3 milhões na modernização da rede elétrica em 2018

Data:19/12/2018

Itapetininga, São Miguel Arcanjo, Mococa e Avaré lideram o ranking de cidades que mais receberam investimentos da distribuidora no cumulado do ano até setembro


A CPFL Santa Cruz investiu R$ 65,3 milhões na modernização, manutenção e expansão do sistema elétrico da sua área de concessão, valor contabilizado entre janeiro e setembro de 2018. Os aportes têm como objetivo aumentar o nível de conforto e qualidade do serviço oferecido aos consumidores da concessionária.

Itapetininga foi a cidade que recebeu o maior volume de investimentos da concessionária no acumulado do ano até setembro, totalizando R$ 9,1 milhões. Em segundo lugar vem São Miguel Arcanjo, com R$ 4,6 milhões, seguida por Mococa (R$ 4,6 milhões), Avaré (R$ 3,7 milhões) e Ourinhos (R$ 3,4 milhões).

Do total aportado no período, R$ 16,8 milhões foram direcionados para ligação de novos consumidores nas áreas urbana e rural, por meio da ampliação da rede elétrica e da instalação de novos medidores. Isso possibilitou o acréscimo de 7.554 novos clientes na base de consumidores residenciais, comerciais e industriais nos municípios atendidos pela companhia.

Para suportar o crescimento do mercado e garantir a qualidade dos serviços, a distribuidora utilizou R$ 7,8 milhões para ampliação da capacidade de subestações e linhas de transmissão e em adequação de capacidade da rede de distribuição. Esses investimentos contribuem para tornar o sistema elétrico mais flexível e robusto, aumentando a confiabilidade no fornecimento de energia.

Um exemplo de investimento nesta linha foi a expansão da Subestação Bernardino de Campos I, concluída em agosto deste ano. A ampliação da SE dobrou a capacidade de distribuição de energia da região, passando de 41,66 MVA para 83,32 MVA, permitindo que a CPFL Santa Cruz atendesse 29 mil novos clientes nas cidades de Bernardino de Campos, Piraju, Santa Cruz do Rio Pardo, Ipaussu e Chavantes.

A empresa ainda dedicou R$ 36,4 milhões em ações de manutenção e melhorias na rede elétrica. Na frente de manutenção, foram aplicados R$ 10,4 milhões, ao passo que os aportes em melhorias nas redes primária (instalação do spacer cable) e secundária (colocação de cabos multiplexados) e na instalação de novos equipamentos somaram R$ 25,9 milhões. Esses novos cabos são mais robustos e resistentes, minimizando os desligamentos, por exemplo, pelo toque de galhos de árvores.

Outra frente de investimentos são os projetos especiais, que consistem em planos de modernização das redes de Transmissão e Distribuição e em projetos focados em Smart Grid (redes inteligentes). Para essas ações, foram mobilizados em torno de R$ 3,9 milhões em recursos.

Para o presidente da distribuidora, Marco Antônio Villela, a companhia trabalha continuamente para oferecer excelência na prestação do serviço, qualidade no fornecimento de energia e segurança aos seus consumidores, “contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico dos municípios de sua área de concessão”.



Fonte: Canal Energia /  www.energia.sp.gov.br

Comentários desta notícia

Publicidade