MEIO FILTRANTE - Vendas da FCA crescem mais do que a indústria em 2018
Esta notícia já foi visualizada 763 vezes.



Vendas da FCA crescem mais do que a indústria em 2018

Data:9/1/2019

As vendas da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) cresceram acima da taxa de expansão da indústria em 2018. Ao contabilizar a venda de 38,2 mil veículos no mês de dezembro, a FCA encerra o ano de 2018 com um total de 433,8 mil veículos emplacados e uma participação de 17,5% no mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves. Em relação a 2017, as vendas da FCA cresceram 14%, superando a taxa de expansão do mercado brasileiro de veículos leves, de 13,8% no ano. As vendas superaram em 53 mil veículos os resultados de 2017.

As duas principais marcas da FCA registraram desempenho comercial positivo. A Fiat aumentou seu volume de vendas no ano em mais de 34 mil carros em relação a 2017, enquanto a Jeep alcançou a marca de 106.954 veículos emplacados, o que representa um crescimento de 21,3% em relação a 2017.

“Foi um ano importante, marcado pela gradual recuperação do mercado, no qual nossas marcas se posicionaram bem. As vendas da FCA cresceram acima da média do mercado e avançamos em nossa estratégia de reforçar nossos vínculos com os clientes”, afirmou o presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa. “Estamos preparados para continuar a crescer em 2019 e nos próximos anos, enquanto aceleramos nossos investimentos na expansão e renovação de nossa gama de produtos”, acrescentou.

A FCA confirmou em 2018 sua liderança em segmentos estratégicos de mercado. A Jeep é a marca líder no segmento de SUVs pelo terceiro ano consecutivo, enquanto a Fiat lidera nos segmentos de picapes e veículos comerciais.

Jeep na liderança — Pelo terceiro ano consecutivo, a marca Jeep encerrou 2018 na liderança do mercado brasileiro de SUVs. As vendas da marca somaram 106.954 veículos, o que representa um crescimento de 21,3% em relação a 2017, muito superior à taxa de expansão do mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves, de 13,8%. Este foi o quarto ano consecutivo de forte crescimento da marca no mercado nacional.

Os dois modelos Jeep fabricados no Brasil – Renegade e Compass – tiveram desempenho destacado. O Jeep Compass foi o SUV mais vendido no Brasil no ano, com 60.284 unidades. Este foi o segundo ano consecutivo do modelo na liderança do segmento, desta vez com uma vantagem de mais de 11 mil carros à frente do segundo colocado. Em relação a 2017, as vendas do Compass cresceram 22,6%. Tal desempenho posicionou o modelo entre os dez veículos mais vendidos no ano no Brasil, considerando todas as categorias e segmentos.

O Jeep Renegade, renovado em 2018, registrou excelente desempenho de vendas em dezembro de 2018, sendo o SUV mais emplacado no país no mês. Com este resultado, suas vendas acumularam expansão de 20,9% no ano em relação a 2017.

“Esses resultados mostram que estamos no caminho certo, destacando-nos em um mercado cada vez mais exigente e disputado”, afirmou Tania Silvestri, diretora comercial da Jeep Brasil e do brand Jeep América Latina. “Nosso desafio em 2019 é fazer mais e melhor, sempre com foco no foco do cliente, para manter a liderança e ganhar maior participação de mercado”, destaca Tania.

Fiat na liderança de picapes e comerciais leves — A Fiat manteve a liderança em picapes por mais um ano, com cerca de 126 mil veículos emplacados e 39% de participação de mercado no segmento. O crescimento da marca entre as picapes foi de 19% em relação a 2017. Fiat Strada manteve a liderança em sua categoria, com mais de 67 mil carros emplacados no ano e um crescimento de 23% frente a 2017. As vendas da picape Fiat Toro ultrapassaram 58 mil carros emplacados no ano, crescendo 15% em relação ao ano anterior.

A marca também manteve a liderança no segmento de vans com 39% de participação. Foram emplacadas mais de 16 mil unidades no ano, com crescimento de 25% em relação a 2017. O Fiat Ducato, renovado em 2018, se posicionou como um dos principais players do mercado, com cerca de 3 mil unidades vendidas no ano. O modelo já alcançou 18% de market share em seu segmento. O modelo Fiat Fiorino atingiu a marca de 84% de participação em sua categoria, com mais de 13 mil veículos emplacados e crescimento de 24% frente a 2017.

Outros modelos da marca que se destacaram foram os Fiat Cronos e Argo. Lançado em 2018, o Cronos alcançou o patamar de 30 mil carros vendidos, posicionando-se bem no segmento de sedãs, um dos mais concorridos do mercado. O Fiat Argo superou a marca de 63 mil carros no ano, o que representa um crescimento de vendas de 126% em comparação com 2017, conquistando seu espaço entre os dez modelos mais vendidos no mercado brasileiro no ano.

“Foi um ano importante, em que mantivemos nossos investimentos, tanto na modernização do Polo Automotivo Fiat, de Betim, e do Polo Industrial de Córdoba, na Argentina, quanto no desenvolvimento de novos produtos. Lançamos modelos importantes, como o Fiat Cronos e o Novo Ducato, e pudemos testar com sucesso a reação do público a nossas propostas no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo”, ressalta Herlander Zola, diretor comercial da Fiat Brasil e do brand Fiat na América Latina.

Zola aponta três marcos na estratégia da Fiat em 2018, que terão grande impacto futuro: a inauguração da primeira concessionária digital do Brasil, o lançamento da bandeira Fiat Professional e a apresentação do carro-conceito Fiat Fastback no Salão do Automóvel de São Paulo.

A primeira concessionária digital do país começou a operar no início de novembro, na avenida Pacaembu, na capital paulista. Trata-se de uma loja de proporções compactas, com três modelos expostos e muita tecnologia disponível para o cliente, que pode movimentar-se sozinho e no seu ritmo desde sua chegada até a compra do veículo. O plano da Fiat prevê a inauguração de 20 concessionárias totalmente digitais e a implantação do conceito em outras 110 concessionárias já existentes até o final de 2019, totalizando 130 pontos de venda.

Fiat Professional, a bandeira internacional da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) dedicada aos veículos, serviços e soluções para os usuários profissionais de produtos da marca, foi anunciada durante o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo e está em fase de projeto piloto e implantação.

Trata-se de uma plataforma de serviços e soluções para o cliente profissional oferecidos pela Fiat e pela rede de concessionários, que contará com mão-de-obra treinada e dedicada à especificidade do consumidor que utiliza o veículo como uma ferramenta de trabalho ou negócios. A nova plataforma será especializada no atendimento de frotas, autônomos, profissionais liberais ou empreendedores de quaisquer portes ou atividades. Atenderá usuários de setores como distribuidores, varejistas, serviços públicos, construção civil, telefonia e eletricidade, segurança e saúde, entre outros. Também abrangerá profissionais autônomos como motoristas de táxi e aplicativos de mobilidade urbana, além do promissor segmento de transformação de veículos para a prestação móvel de serviços e comércio, como food trucks e lojas itinerantes.

O carro-conceito Fiat Fastback fez sucesso junto ao público no Salão do Automóvel de São Paulo. Totalmente projetado no Design Center Latam, localizado no Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG), o carro conceito foi criado para expor a visão do brand Fiat sobre a nova geração de produtos que será lançada até 2023, inclusive no segmento de UVs (Utility Vehicles). O carro-conceito traduz os novos princípios do Design da Fiat na América Latina: humana, ousada, contemporânea, flexível e capaz de gerar experiências surpreendentes.


Fonte: www.revistafatorbrasil.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade