Publicidade
MEIO FILTRANTE - CNH Industrial registra sólidos resultados financeiros em 2018

Esta notícia já foi visualizada 805 vezes.

CNH Industrial registra sólidos resultados financeiros em 2018

Data:15/2/2019

Por CELULOSE ONLINE

O balanço global da CNH Industrial, divulgado no mês de fevereiro, mostra resultados financeiros sólidos no ano de 2018. A receita consolidada da empresa foi de US$ 29,7 bilhões, com lucro líquido de US$ 1,1 bilhão ou US$ 0,78 por ação. As vendas líquidas das atividades industriais, no ano passado, cresceram 8% em relação a 2017, com elevação em todos os segmentos que a empresa atua: energia, transportes, agronegócio e construção.

O EBIT ajustado das atividades industriais aumentou quase 40%, para US$ 1,585 bilhão, com uma margem de 5,7% (aumento de 1,3 pontos percentuais). Enquanto o EBITDA ajustado das atividades industriais foi de US$ 2,671 bilhões, com uma margem de 9,6% (aumento de 1,1 pontos percentuais).

Ainda de acordo com o balanço, o lucro líquido ajustado da CNH Industrial foi de US$ 1,117 bilhão, o que representa um aumento de US$ 466 milhões em comparação a 2017. Outro dado positivo é a queda da dívida industrial líquida em um terço em comparação ao ano de 2017, que ficou em US$ 0,6 bilhão.

Agências de classificação
Ainda segundo o balanço global da CNH Industrial, em 3 de dezembro de 2018, a Moody’s Investors Service elevou as classificações da CNH Industrial N.V. e de suas subsidiárias, CNH Industrial Capital LLC e CNH Industrial Finance Europe S.A., de “Ba1” para “Baa3” com uma perspectiva “estável”.

Conforme anunciado em 14 de janeiro de 2019, a empresa iniciou uma avaliação estratégica de seus negócios, incluindo a determinação de metas para cada um deles, que culminará com a apresentação de um novo Plano Estratégico de Negócios em um Dia de Mercados de Capital a ser agendado durante 2019.

Perspectivas 2019

O desempenho alcançado em 2018 confirma que a empresa segue uma trajetória de crescimento rentável, apesar de um ambiente macroeconômico e de negócios mais retraído na segunda parte do ano, causado pela escalada de tensões comerciais e tarifas relacionadas nos mercados globais, outras incertezas econômicas e políticas (incluindo aquelas relativas ao resultado das negociações do Brexit), e uma expectativa geral de desaceleração no crescimento econômico global.

Além disso, as megatendências emergentes nos setores em que a CNH Industrial concorre, como digitalização, automação e eletrificação, implicam uma reavaliação da abordagem de lançamento no mercado e dos requisitos de investimento de capital em novas tecnologias para novos produtos e soluções para clientes.

Nesse cenário em evolução, para 2019, a expectativa da CNH Industrial é que as vendas líquidas da empresa fiquem em aproximadamente US$ 28 bilhões, o LPA ajustado diluído entre 5% e 10% para o ano anterior, com variação de US$ 0,84 a US$ 0,88 por ação, já a dívida industrial líquida no final de 2019 entre US$ 0,4 bilhão e US$ 0,2 bilhão.


Fonte: CELULOSE ONLINE

Comentários desta notícia

Publicidade