Publicidade
MEIO FILTRANTE - Filtração: processo relevante para purificação de biocombustíveis

Esta notícia já foi visualizada 1108 vezes.

Filtração: processo relevante para purificação de biocombustíveis

Data:1/3/2019

 A filtração, processo amplamente empregado em purificação de água, separação de proteínas e separação de gases, entre outros, é um dos métodos de purificação dos biocombustíveis. Foi o que explicou o engenheiro químico Rogerio Jardini, em Fórum de Debates, promovido na Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais, na sede da associação, em Santo André/SP. “O biocombustível é todo o material usado para geração de energia a partir de biomassa orgânica que pode ser utilizado em motores a combustão interna e tem como uma de suas principais vantagens o potencial para substituir os combustíveis fósseis”, afirmou Jardini. Entre as matérias primas, mais usadas, na produção de biocombustíveis, segundo o engenheiro químico, estão: amendoim, cana de açúcar, resíduos agrícolas, milho, soja, mamona, babaçu, beterraba, canola, dendê, girassol, pinhão manso, óleo de palma, gordura animal e trigo. As formas mais utilizadas de biocombustíveis são: biogás, bioéter, bioetanol, biodiesel, etanol e óleo vegetal.

Jardini, citou algumas vantagens dos biocombustíveis - alternativa de energia para a redução de aquecimento global e efeito estufa, baixa emissão de CO2 e diversificação da oferta, face não só ao possível esgotamento de reservas de petróleo, mas também pela elevação de seu preço.

 

Sobre os elementos filtrantes disse que são barreiras semipermeáveis que separam espécies em solução pela passagem restrita de alguns componentes da mistura de maneira seletiva. “A separação por filtração é essencialmente um processo baseado em exclusão por tamanho de partículas, formatos ou pesos moleculares, conduzido sob pressão”, esclareceu.

 

No caso da purificação do biodiesel, o engenheiro químico falou que o uso de membranas cerâmicas é mais adequado ao processo de microfiltração, pois membranas orgânicas e poliméricas em solventes orgânicos podem expandir, resultando em mudanças em tamanho de poro, por isso contam com menor vida útil que as cerâmicas.

 

Ao final de sua apresentação também comentou sobre outras aplicações dentro de processo de fabricação de biocombustíveis: água de processo, potável, de resfriamento, do selo das bombas, de osmose reversa e água de condensado; óleo lubrificante, ar-comprimido; salas limpas; antipoluentes; ETA & ETE; automotivos, equipamentos de laboratórios; e outros fluidos.

 

Para João Moura, presidente da Abrafiltros “o fórum de debates é um espaço para que possamos interagir sobre os caminhos e avanços dos filtros industriais. O tema biocombustíveis está presente em nosso dia a dia e certamente nos faz refletir e encontrar caminhos para sustentabilidade de nossos processos”.

 

O próximo Fórum de Debates, que é gratuito e aberto ao público, terá como tema “Filtros industriais e suas aplicações no segmento de bebidas: cervejas”, sendo mediado também por Jardini, no dia 21 de março de 2019, das 9h às 10h, na sede da associação, Centro Empresarial Pereira Barreto, à Av. Pereira Barreto, 1395.


Fonte: Assessoria de imprensa

Comentários desta notícia

Publicidade