Publicidade
MEIO FILTRANTE - Vendas de importados ficam quase estáveis no 1º bimestre

Esta notícia já foi visualizada 631 vezes.

Vendas de importados ficam quase estáveis no 1º bimestre

Data:8/3/2019

Total de 4.970 unidades representou ligeira queda de 0,7% sobre mesmo período de 2018

REDAÇÃO AB
 
As vendas de veículos importados foram praticamente estáveis no primeiro bimestre de 2019, embora tenham registrado leve queda de 0,7% sobre mesmo período do ano passado. Dados da Abeifa, associação dos importadores e fabricantes, divulgados na quinta-feira, 7, mostram que os emplacamentos das 16 marcas importadas associadas à entidade tiveram uma diferença de 30 unidades a menos neste ano em relação às 5 mil de um ano atrás.
 

O resultado do bimestre reflete um fevereiro fraco, com a venda de pouco mais de 2,49 mil unidades, que ficou 3,2% abaixo das 2,57 mil em igual mês de 2018. Na comparação com janeiro, houve ligeira alta de 0,8%.

Para o presidente da entidade, José Luiz Gandini, a economia brasileira ainda dá sinais de recuperação lenta, o que dificulta a reação do setor.

“Novamente não foi um bom mês para o setor de veículos importados porque amargou resultados negativos acima da média do mercado interno”, analisa o presidente da Abeifa.


Estes volumes só consideram os modelos importados de 16 marcas associadas à Abeifa. Ao somá-los com os veículos produzidos pelas associadas que possuem fábricas no Brasil, o quadro muda. As empresas BMW, Caoa Chery, Land Rover e Suzuki fecharam o primeiro bimestre com 4,3 mil veículos produzidos, alta de 54% sobre os dois primeiros meses de 2018.

Com isso, veículos nacionais e importados somaram 9,2 mil unidades, o que representa avanço de 19% no comparativo anual. Este volume confere à Abeifa uma participação de 2,4% no mercado total de veículos emplacados no Brasil durante o primeiro bimestre.

Entre os importadores, a Kia foi a que mais vendeu seus produtos na soma do primeiro bimestre, com 1,6 mil veículos, volume estável quando comparado com os mesmos meses de 2018. Depois dela, a Volvo Cars garantiu a vice-liderança das importadoras, com pouco mais de 1 mil veículos, avanço expressivo de 63,5% em um ano.

Land Rover e Suzuki vêm logo atrás, com 384 e 332 unidades emplacadas no período, respectivamente, representando alta de quase 33% para a Land Rover e queda de 13% para a Suzuki.

A lista das cinco marcas importadas que mais venderam se encerra com a JAC Motors, que emplacou 329 veículos entre janeiro e fevereiro, segundo os dados da Abeifa, o que significou uma redução de 47,3%.



Fonte:  www.automotivebusiness.com.br 

Comentários desta notícia

Publicidade