Publicidade
MEIO FILTRANTE - Volkswagen de São Carlos é premiada na Alemanha

Esta notícia já foi visualizada 492 vezes.

Volkswagen de São Carlos é premiada na Alemanha

Data:15/3/2019

Fábrica de motores foi reconhecida dentro da categoria “Eficiência de Montagem” 

REDAÇÃO AB
 
A fábrica de motores de São Carlos (SP) foi reconhecida na quarta-feira, 13, na cerimônia de premiação Speed+Award realizada pela Volkswagen na cidade de Wolfsburg, na Alemanha. A planta de motores brasileira foi premiada na categoria “Eficiência de Montagem”, uma das seis criadas pela fabricante de automóveis.

Na América do Sul, a unidade argentina de Córdoba também foi reconhecida dentro da categoria “Eficiência Fabril”. A entrega do prêmio teve a presença de Thomas Schmall, ex-presidente da VW do Brasil e atual presidente do conselho de administração para componentes da Volkswagen. O primeiro Speed+Award, de 2017, foi limitado a oito fábricas na Alemanha. A premiação referente a 2018 se estendeu a outras 19 unidades em sete países diferentes e o pessoal envolvido com a premiação saltou de 4,5 mil para 8 mil. 

Mensalmente, os resultados parciais eram divulgados como em uma Liga de Desempenho. A comparabilidade dos pontos avaliados permitiu avaliar diferentes linhas de montagem e de produção.

“Os desafios e a pressão nunca foram tão grandes como agora, mas as oportunidades também aumentaram com isso. O Speed+Award estimulou uma série de melhorias bem-sucedidas e sustentáveis, além de redução de custos, aumento da eficiência e produtividade”, afirma Schmall.


Inaugurada em outubro de 1996, a unidade de São Carlos já produziu mais de 11 milhões de motores, o que a coloca como uma das principais fábricas de motores do Grupo Volkswagen. Tem área total de 746 mil metros quadrados e 87 mil m² de área construída. 

Lá são feitos os motores da família EA211 nas versões 1.0 MPI, 1.0 TSI, 1.4 TSI e 1.6 MSI, que equipam Polo, Virtus, Up!, Fox, Gol, Voyage, Saveiro, Tiguan, Jetta, Audi A3. Em São Carlos também é fabricado o EA111 1.6, presente no Gol, Fox, Voyage e Saveiro. Para o mercado brasileiro, 100% dos produtos recebem a tecnologia bicombustível. Para o mercado externo são produzidos motores a gasolina.


Fonte: http://www.automotivebusiness.com.br 

Comentários desta notícia

Publicidade