MEIO FILTRANTE - ZF eleva faturamento global em 6% em 2018
Esta notícia já foi visualizada 819 vezes.



ZF eleva faturamento global em 6% em 2018

Data:9/4/2019

Ganhos da companhia atingem € 36,9 bilhões, com vendas em alta nas principais regiões 

REDAÇÃO AB


A ZF elevou seu faturamento global de 2018 em 6% na comparação com o resultado do ano anterior, ao atingir os € 36,9 bilhões, informa em comunicado, impulsionado pelo aumento das vendas nas principais regiões. O EBIT ajustado recuou 8,7%, para € 2,1 bilhões, influenciado pelo aumento de investimento com P&D, aumento dos preços dos materiais, efeitos adversos de taxas de câmbio e pelo enfraquecimento do ambiente de mercado. A margem EBIT ajustada foi de 5,6% contra 6,4% do ano anterior. 

Em todas as regiões, a empresa aumentou suas receitas, exceto na América do Sul, onde houve queda, e na Europa, cujos ganhos foram equivalentes aos do ano anterior, para exatos € 17,4 bilhões, embora as vendas tenham aumentado ligeiramente na Alemanha.

Na América do Norte, houve pequena alta de 3% da receita, que passou de € 10 bilhões para € 10,3 bi. Na Ásia, a empresa contabilizou faturamento total de € 8 bilhões em 2018, impulsionado pelo crescimento de 5% do mercado na China, onde a ZF faturou € 6,2 bilhões. 

A América do Sul foi a única região onde a ZF viu seu faturamento recuar: em 2018, a receita ficou em € 1 bilhão na região, 9% abaixo do registrado no ano anterior.

O balanço mostra ainda que a ZF elevou seus investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) em 25%, para € 2,5 bilhões, com investimentos em ativos fixos superando em 15% os do ano anterior, para € 1,6 bilhão.

Já o índice de endividamento fechou em quatro pontos porcentuais acima do verificado em 2017, para 28%, enquanto o fluxo de caixa livre ajustado para aquisições e vendas corporativas fechou 2018 em € 891 milhões contra € 1,8 bi de um ano antes.

“Nossos resultados mostram que estamos bem posicionados para os desafios do futuro”, comentou o CEO da ZF, Wolf-Henning Scheider, durante a apresentação dos resultados financeiros em Friedrichshafen, na Alemanha. A ZF destacou sua expertise e negócios de longo prazo em todos os segmentos em que atua, citando transmissão elétrica central para automóveis, que terá sua produção iniciada ainda este ano; as transmissões automáticas de oito velocidades – comemorando a maior negociação de sua história com a BMW para o fornecimento do produto, incluindo versões híbridas no futuro, que envolve valor estimado em dezenas de bilhões de euros e produção a partir de 2022.

Também destacou a recente compra da Wabco e seu planejamento estratégico para o futuro da mobilidade, com o miniônibus elétrico e.GO, que receberá sistemas para uma direção autônoma posteriormente, além de sua participação majoritária na empresa holandesa 2getthere, fornecedora de sistemas elétricos autônomos para o transporte de passageiros.

“O investimento foi um passo importante para nós, pois a 2getthere tem mais de trinta anos de experiência no mercado de veículos autônomos de transporte de passageiros, assim como competências únicas em engenharia e software”, acrescentou Scheider.


Fonte: www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade