MEIO FILTRANTE - Translift inicia produção de AGVs em fábrica de São Bernardo
Esta notícia já foi visualizada 694 vezes.



Translift inicia produção de AGVs em fábrica de São Bernardo

Data:23/5/2019

Empresa investe R$ 3 milhões no desenvolvimento de modelo de robô autônomo que abastece linhas de produção 

SUELI REIS, AB


A Translift iniciou a produção de AGVs (veículos automaticamente guiados, na sigla em inglês), em sua fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Com um investimento de R$ 3 milhões, a empresa desenvolveu o modelo de robô AGV Lince, que se assemelha a uma plataforma autoguiada, indicado para o transporte e abastecimento de linhas de produção.

O produto pode ser customizado tanto em dimensões quanto em capacidade de carga. Seu sistema de navegação suporta diferentes padrões, como ótico, laser, magnético, por indução, fita magnética ou mesmo navegação natural, todas em modo autônomo.

“O robô AGV Lince já nasceu dentro do conceito de intralogística 4.0, que é a logística que se desenvolve dentro dos centros logísticos, onde a conectividade com outros sistemas da instalação é fundamental para assegurar a plena gestão das operações”, afirma o diretor presidente da Translift, Jair Alves.

O executivo conta que estudos internos apontam que produzir os robôs AGVs localmente, embora tenha que utilizar parte dos componentes importados, proporciona uma economia de 20%, considerando sua aquisição pura e simples. “Contudo, a maior economia estará relacionada ao tempo de vida útil, pois sua automação é concebida com hardware e software aberto, ou seja, com possibilidade para o cliente efetuar as próprias manutenções de forma fácil e rápida.”

Além de oferecer o produto para venda, que poderá contar com financiamento via Finame BNDES, a empresa oferecerá locação e leasing como modelo de negócio. A ideia é também estender o negócio posteriormente para mercados de exportação, principalmente na América Latina.

“No exterior, isso é muito comum, entretanto aqui, como é preciso importar o sistema, fica inviável em termos de custo e assistência técnica para empresas que desejam automatizar seus processos logísticos com esse sistema. O lançamento da Translift chega para propor uma mudança nesse cenário, por isso acreditamos positivamente em sua aceitação.”

A empresa também está colocando à disposição de potenciais clientes quatro versões diferentes do AGV para um tipo de teste drive em tempo real dentro da planta do cliente. “Temos consultas de empresas que se interessaram por este modelo novo de negócios e acreditamos que o mercado irá reagir muito bem, certamente as demandas serão potencializadas com o conhecimento difundido sobre os e robôs AGVs”, finaliza.


Fonte: http://www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade