MEIO FILTRANTE - Lepe quer dobrar exportações em um ano
Esta notícia já foi visualizada 738 vezes.



Lepe quer dobrar exportações em um ano

Data:23/5/2019

Wilson de Francisco Júnior é diretor comercial da Lepe, que fornece itens de ferro fundido e usinados para montadoras

Empresa busca novos clientes e nichos de mercado para seus itens de ferro fundido e ligas especiais 

MÁRIO CURCIO, AB
 
A fabricante de autopeças Lepe trabalha para dobrar suas exportações até o segundo semestre do ano que vem, elevando de 5% para 10% a fatia dos negócios externos no faturamento. A empresa fornece coletores de escape, carcaças de turbo, de bombas de óleo, de água, polias e outros itens de ferro fundido para montadoras no Brasil e também nos Estados Unidos, China, Tailândia e Argentina. “Tenho uma equipe no exterior e uma pessoa fixa nos Estados Unidos. A intenção é ampliar os negócios com novos clientes e em nichos de mercado”, afirma o diretor comercial da empresa, Wilson de Francisco Júnior. A empresa também aposta em sua experiência com materiais diferenciados e ligas especiais (como as de silício-molibdênio), que nem todas as fundições estão aptas a trabalhar. 

A Lepe foi fundada em 1949. Fará 70 anos em julho. Sua lista de clientes inclui fabricantes de veículos pesados como Mercedes-Benz, Volkswagen Caminhões e Ônibus, Iveco, e de máquinas como Caterpillar, AGCO e CNH Industrial. Fornece também para as fabricadas de motores MWM e Cummins. 

Registrou crescimento de 20% em 2018, com faturamento líquido de R$ 107 milhões. “Queremos crescer outros 20% em 2019, diz Francisco Júnior. A Lepe opera em Guarulhos (SP) em uma área de 24 mil metros quadrados, ocupando atualmente 50% da sua capacidade instalada. 

“Nosso melhor momento foi em 2011, quando ‘estouramos’ nossa capacidade por causa das compras antecipadas das montadoras de caminhões, antes da mudança na legislação de emissões”, recorda o executivo. 

“Queremos voltar ao menos aos 70% ou 80% de ocupação.” A Lepe produz peças de ferro fundido cinzento, nodular e ligados, além de itens especializados. Também fornece componentes usinados. 


Fonte: http://www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade