MEIO FILTRANTE - Audi mira o mercado acima de R$ 200 mil
Esta notícia já foi visualizada 833 vezes.



Audi mira o mercado acima de R$ 200 mil

Data:16/8/2019

Marca concentra lançamentos em versões completas 

MÁRIO CURCIO, AB | De Campinas (SP)

As vendas da Audi no acumulado de janeiro a julho somaram 4,6 mil carros e queda de 9,7% em relação ao mesmo período do ano passado. No entanto, a marca espera terminar 2019 com o mesmo volume total de 2018, quando teve 8,7 mil veículos licenciados. Essa recuperação virá de uma série de lançamentos, quase todos acima de R$ 200 mil. 

Nesse caminho, a empresa acaba de apresentar o utilitário esportivo Q8 (a partir de R$ 471.990), o A4 Avant (R$ 209.990), o A5 S-Line (R$ 231.990) e já tem outras novidades engatilhadas até o fim do ano, como A6 (R$ 427 mil), A7 (R$ 457 mil) e séries especiais do A3 sedã e do Q5.

“Paramos de queimar dinheiro. A primeira coisa que fiz quando assumi a Audi do Brasil (em fevereiro de 2017) foi tirar os modelos pouco equipados. Mais do que volume, o importante é ter os clientes satisfeitos”, afirma o presidente e CEO da montadora, Johannes Hoscheck.

Atualmente restam poucos Audi abaixo de R$ 200 mil, como versões pontuais do A4 e A5, o A3 sedã, produzido em São José dos Pinhais (PR), e unidades remanescentes do Q3, que saiu de linha no Paraná como consequência da mudança do modelo no exterior. A nova geração do Q3 chega ao Brasil em 2020, mas importada da Hungria. “Seria um processo natural voltar a montá-lo no Paraná”, admite Hoscheck, sem informar a data.

O executivo recorda que é sempre importante ter produção local e lamenta as consequências da crise econômica, com consequências ainda mais graves para as empresas que investiram em fábrica no País por causa do programa Inovar-Auto: “As montadoras premium (Audi, BMW, Mercedes-Benz e Jaguar Land Rover) ergueram fábricas cujas capacidades instaladas somam cerca de 100 mil unidades por ano, mas vão fazer 25 mil”, aponta.

Link: http://www.automotivebusiness.com.br/noticia/29719/audi-mira-o-mercado-acima-de-r-200-mil

Comentários desta notícia

Publicidade