MEIO FILTRANTE - CETESB auxiliará governo do ES a reduzir a poluição no Complexo de Tubarão
Esta notícia já foi visualizada 532 vezes.



CETESB auxiliará governo do ES a reduzir a poluição no Complexo de Tubarão

Data:30/8/2019

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) auxiliará o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IEMA), a avaliar as primeiras medidas adotadas pelo órgão para redução das emissões de poluentes atmosféricos no Complexo de Tubarão.

Este foi um dos principais compromissos firmados no sábado (24), pelos governadores João Doria e Renato Casagrande, durante o 4º Encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), na sede do Governo do Espírito Santo. O evento teve como tema central gás e infraestrutura, mas a questão ambiental foi destaque na fala inicial dos governadores.

A eficiência das instalações das empresas e dos equipamentos de controle da qualidade do ar existentes no parque industrial de Tubarão, foi diagnosticada pela CETESB a partir de um contrato firmado em 2017, quando técnicos da Companhia participaram de vistorias nas empresas, avaliando as fontes pontuais de emissão (chaminés) e demais fontes dos processos siderúrgicos e metalúrgicos, principalmente a questão da emissão de pó preto.

“Este trabalho de cooperação técnica que a CETESB está aberta a oferecer a estados e municípios, faz parte da nossa política de governo, de acordo com a diretriz do governador Doria, visando melhorar a eficiência e a cooperação em vários setores em bases sustentáveis”, afirmou a diretora-presidente da CETESB, Patrícia Iglecias.

Nesta nova fase, será feita a avaliação e validação da implantação dos planos de ação propostos ao IEMA, de um total de 191 metas e 186 diretrizes que constam do relatório entregue ao órgão ambiental capixaba. Essas ações visam diminuir a emissão de poluentes, principalmente a fuligem ou pó preto, que geram grandes incômodos à população. O acordo de cooperação também previu um treinamento aos técnicos do IEMA, referente à amostragem em chaminés e controle de fontes junto às indústrias.


Fonte: www.cetesb.sp.gov.br

Comentários desta notícia

Publicidade