MEIO FILTRANTE - JCB terá sete novos produtos em 2020
Esta notícia já foi visualizada 810 vezes.



JCB terá sete novos produtos em 2020

Data:30/8/2019

Segundo José Luís Gonçalves, no último trimestre de 2019 entrarão em pré-série 3 novos produtos em Sorocaba


Protótipos já começaram a ser produzidos em Sorocaba como consequência de novo ciclo de R$ 100 milhões 

MÁRIO CURCIO, AB


A fabricante de máquinas de construção JCB terá sete novos produtos em 2020. Dois deles já tiveram protótipos montados na fábrica de Sorocaba (SP). A ampliação da oferta de máquinas resulta de um novo ciclo de investimento de R$ 100 milhões.

“No último trimestre de 2019 entrarão em pré-série outras três máquinas. O investimento para este ano será de R$ 15 milhões. Os R$ 85 milhões restantes irão se distribuir entre 2020 e 2021”, afirma o presidente da JCB para a América Latina, José Luís Gonçalves.


O executivo não revela em que categoria os novos equipamentos se enquadram. “No mundo inteiro a JCB produz mais de 300 modelos. Aqui no Brasil fabricamos apenas 14 e importamos outros dois”, recorda Gonçalves. 

Atualmente, os principais equipamentos fabricados no Brasil pela empresa são escavadeiras, retroescavadeiras, pás carregadeiras e manipuladores telescópicos. O investimento em Sorocaba será aplicado para permitir a produção de peças grandes das novas máquinas, como chassis, cabines e braços.

OTIMISMO PARA A EXPOINTER

A JCB é um dos mais de 140 fabricantes de máquinas presentes na Expointer, feira agropecuária que vai até 1º de setembro em Esteio (RS). “Acredito que o total de vendas nesta edição seja 5% a 10% maior que o registrado em 2018”, diz Gonçalves.

“Cada vez mais a mecanização é utilizada como suporte no campo para preparação e manutenção de silos, produção de curvas de nível, movimentação de grãos, fardos, carga e descarga de caminhões e em trabalhos relacionados ao confinamento de gado”, diz o presidente da JCB. De acordo com o executivo, 35% das vendas mundiais da empresa têm como destino o agronegócio. No Brasil essa fatia está em 30%.

Ainda segundo Gonçalves, a JCB vendeu de janeiro a julho deste ano mais de mil máquinas e cresceu 50% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto o segmento anotou alta de 35%.


Fonte: http://www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade