MEIO FILTRANTE - Vendas diárias de veículos crescem 3,9% em agosto
Esta notícia já foi visualizada 611 vezes.



Vendas diárias de veículos crescem 3,9% em agosto

Data:3/9/2019

Mês fecha com 230 mil unidades; GM fecha como líder, enquanto Jeep supera Honda e fica em 8º lugar 

JOEL LEITE, PARA AB
 
A GM levou a melhor na briga por emplacamentos nos últimos dias de agosto e manteve a liderança de vendas no mercado interno com uma ampla diferença, de 3.461 veículos sobre a Volkswagen, que ficou em primeiro lugar na quinzena e manteve a posição até a última quinta-feira, 28, mas acabou encerrando agosto em segundo.

Embora as vendas totais de veículos leves, que consideram automóveis e comerciais leves, não tenham sido recorde no ano (maio e julho foram melhores), o desempenho em agosto foi o quinto melhor dos últimos 55 meses (desde janeiro de 2015) e manteve o patamar de vendas acima das 200 mil unidades que vem sendo registrado desde abril. 

Houve queda de 0,7% sobre julho ao emplacar 232,2 mil unidades, mas houve aumento das vendas diárias, que é o melhor indicativo do crescimento do setor: foram 10.487 carros por dia útil de agosto contra 10.097 no mês anterior, alta de 3,8%.

O desempenho no mês passado também foi pior do que agosto de 2018, quando foram vendidas 239.255 unidades, uma queda de 3,6%, mas assim como julho, agosto de 2018 teve um dia a mais de vendas: 23.

No acumulado do ano o crescimento foi de 8,7%, para pouco mais de 1,71 milhão de unidades vendidas.

RANKING POR MARCAS

Com boas vendas nos últimos dias, a GM encerrou o mês com 18,4% de participação contra 16,9% da Volkswagen: ambas deixaram a Fiat bem atrás, com 13,6%, em terceiro. 

Em seguida, Renault, Hyundai e Ford, nesta ordem, fecharam na faixa dos 8%, tendo a Toyota, sétima colocada, marcado 7,5%. A Jeep, com 4,4%, passou a Honda e ficou na oitava posição (Honda em nono) e a Nissan fechou a lista das dez marcas mais vendidas. 

A Citroën está mantendo a média de 1% de participação, descolando-se das concorrentes diretas, mas logo abaixo aparecem três marcas emboladas: Peugeot (12ª colocada), Mitsubishi (13ª) e Caoa Chery (14ª), com uma diferença de menos de 200 carros entre elas.

CRETA RECUPERA QUEDA DO HB20

Com a expectativa da chegada do novo HB20, no próximo dia 17 de setembro, seria natural que o consumidor adiasse a compra do hatch da Hyundai. Assim, o HB20 atual deixou de estar na vice-liderança. As vendas do carro foram de apenas 8.187 unidades em agosto, perdendo a posição para o Ka, da Ford, que vendeu 9.104 unidades. Mais uma vez o Onix extrapolou qualquer previsão e fechou o mês com 22.397 unidades.

No entanto, graças às boas vendas do Creta, a Hyundai manteve a quinta posição no ranking por marcas, com 19.527 carros e 8,5% de participação. O SUV coreano ficou entre os dez mais vendidos (9º colocado com 6.643 unidades), liderando o ranking do segmento, que é o mais apetitoso do mercado brasileiro: o Renegade ficou na 14ª posição com 5.188 unidades e ajudou a Jeep a passar a Honda no mês, enquanto o Compass ficou em 15º com 4.843. Já o Volkswagen T-Cross (20º no ranking) vendeu mais que o Honda HR-V e Nissan Kicks.

Vale destacar o crescimento do Polo, que ficou na sétima posição geral, enquanto Toro e Compass deixaram a lista dos dez mais vendidos em agosto.


Fonte: www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade