MEIO FILTRANTE - Distrito Federal adota carro elétrico compartilhado e instala rede de eletropostos
Esta notícia já foi visualizada 541 vezes.



Distrito Federal adota carro elétrico compartilhado e instala rede de eletropostos

Data:9/10/2019

Redação  

Frota pública do DF vai usar modelo já testados pela Itaipu Binacional no Paraná

O VEM DF (Veículo para Eletromobilidade) foi oficialmente lançado ontem (07/10) e é um projeto piloto de compartilhamento de carros elétricos da frota pública do Distrito Federal. A iniciativa é da


O Governo do Distrito Federal, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial e o Parque Tecnológico Itaipu lançam no Palácio do Buriti,o projeto de compartilhamento de veículos elétricos para frotas públicas VEM DF

(ABDI), com suporte do Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), que desenvolveu o software de compartilhamento com foco em uso para governos. O projeto envolve a entrega de 16 veículos até o final do ano e a ativação de 35 eletropostos. O investimento, bancado pela ABDI, soma R$ 2,1 milhões.

Operacionalmente, o VEM DF vai oferecer os carros elétricos do modelo Twizy, da marca Renault. Haverá um cronograma de entrega que se encerrará em dezembro de 2019. Dois carros ficarão com o governo do Distrito Federal e os outros serão disponibilizados para compartilhamento por meio do software MoVe. O aplicativo permite reservar os veículos disponíveis e acompanhar sua localização. Além do rastreio, o MoVe também monitora a velocidade, a carga de bateria, as rotas percorridas e outras informações. Os carros serão desbloqueados com cartões dos servidores cadastrados no sistema.

Para garantir o carregamento dos veículos, serão instalados por todo o Distrito Federal 35 eletropostos (pontos de recarga) fabricados pela WEG. Os eletropostos serão gratuitos e de uso coletivo, ou seja, poderão ser  utilizados por qualquer carro elétrico, de qualquer montadora. A iniciativa visa a incentivar o uso desse tipo de veículo pela população em geral.

Os veículos serão cedidos ao governo distrital em forma de comodato, com cláusulas sobre operação, manutenção, taxas e seguros. Brasília tem vantagens para o uso de carros elétricos: o relevo predominantemente plano, que reduz o consumo de bateria, a temperatura favorável e a tensão de 220 volts, dispensando adaptações para a instalação dos eletropostos.


Fonte: www.infraroi.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade