MEIO FILTRANTE - Volvo lança pacote de segurança ativa para ônibus rodoviário
Esta notícia já foi visualizada 679 vezes.



Volvo lança pacote de segurança ativa para ônibus rodoviário

Data:6/11/2019

Entre as opções, sistema conta com frenagem autônoma de emergência e aviso de mudança de faixa

A Volvo lançou novo pacote de segurança ativa SSA para ônibus rodoviários, que funções como frenagem autônoma de emergência e aviso de mudança de faixa. O sistema oferecido como opcional agrega tecnologias que ajudam a evitar acidentes e manter a atenção do motorista durante o trajeto.

O pacote estreia em dois ônibus no mercado brasileiro, um vendido à Transacácia, de Maringá (PR), que faz rotas no Brasil e Mercosul, e o segundo para a empresa Pedra Azul, do Espírito Santo, ambas especializadas no segmento de turismo. Segundo a Volvo, o SSA acrescenta R$ 25 mil ao preço final do chassi para o cliente.

Para o presidente da Volvo Bus na América Latina, Fabiano Todeschini, toda adoção de nova tecnologia traz um custo adicional que é inicial e passivo de mudança conforme a evolução da demanda do mercado: “Daqui a cinco anos esse valor será menor. No início, até podemos perder algum volume de venda, mas a Volvo escolhe ser pioneira na segurança. É o que aconteceu com a adoção de freios a disco que substituíram o freio a tambor em 100% do portfólio de chassis rodoviários”, argumenta.

Segundo o diretor de vendas de ônibus no Brasil, Paulo Arabian, a estimativa é de que inicialmente o SSA vai equipar cerca de 5% do volume total de vendas da Volvo Bus em 2020 no Brasil. A empresa estima que o mercado brasileiro de ônibus rodoviários cresça 15% no próximo ano: no acumulado de 2019 até outubro o segmento avançou 16%, enquanto a Volvo anotou alta de 36% no mesmo período, representando 4% de market share. O Brasil responde por 60% das vendas da montadora na América Latina.

“O horizonte é de uma participação crescente e acredito que esse share de 5% vai ser ultrapassado já na largada [das vendas do ano]”, estima Arabian.

Todeschini complementa ao comentar que esse tipo de sistema de segurança será obrigatório no Peru a partir de 2020 para todos os veículos que prestam serviço ao setor de mineração. “Então esse será também um impulsionador para o mercado da América Latina”, diz.

TECNOLOGIA EMBARCADA

O pacote SSA é oferecido somente para ônibus novos (não é possível instalar em modelos que já estão em uso) e é disponível para as configurações de chassis Volvo 4x2, 6x2 e 8x2 com motor traseiro. São três sistemas de segurança ativa: aviso de colisão frontal com frenagem de emergência, aviso de mudança de faixa e piloto automático adaptativo (ACC). Alia-se a eles o sistema de controle automático de velocidade, já lançado pela Volvo para o segmento de ônibus urbanos.

O aviso de colisão frontal funciona com o auxílio de um radar instalado no para-choque do ônibus e uma câmera fixada no para-brisa. Em conjunto, eles calculam a velocidade e a distância do ônibus com relação ao veículo à frente e em caso de colisão iminente começa a agir: primeiro emite um sinal visual no painel quando a distância atinge 500 metros, se o motorista não agir e acionar o freio, por exemplo, o sistema passa a emitir também um sinal sonoro. Se nada for feito por parte do motorista, o SSA passa então a frear o ônibus automaticamente de forma gradativa quando este atinge 300 metros de distância do veículo à frente – o que também pode ser uma bicicleta, pedestre ou mesmo animais em pista.

Por fim, se a colisão ainda se mostra iminente, o sistema freia o ônibus totalmente e de forma autônoma ao atingir uma distância de 250 metros, mesmo sem a ação do motorista, evitando a colisão. Testes mostram que a frenagem para a uma distância de um metro e meio do veículo à frente. O sistema liga o pisca alerta do veículo e a luz de freio durante todo o processo.

O sistema de mudança de faixa entra em ação quando o ônibus começa a oscilar pelas faixas tanto da direita quanto da esquerda sem acionar as setas. Também emite sinais visual e sonoros no display do painel, além de fazer vibrar o assento do motorista. Ao mesmo tempo, um sinal de alerta projeta uma barra vermelha de luzes LED no para-brisa (Heads Up Display) facilitando a visualização do condutor para um eventual risco de impacto com outro veículo.

Com o piloto automático adaptativo é possível manter uma distância prévia e segura com relação ao veículo à frente, que é definida pelo motorista. Completa o pacote o controle automático de velocidade, que por meio de GPS, identifica com precisão onde o veículo está e reduz, de forma automática, a velocidade em áreas críticas, tais como curvas perigosas ou em terminais rodoviários, por exemplo.

Como ocorre com os demais sistemas, ele é independente da ação do motorista. Para ativá-lo, o operador define com antecedência os pontos em que deseja reduzir a velocidade por meio de programação remota na plataforma de conectividade da Volvo. É possível reprogramar a qualquer momento e ajustar a velocidade máxima do veículo de forma remota e instantânea.




SUELI REIS, AB

Fonte: www.automotivebusiness.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade