MEIO FILTRANTE - Maior planta de célula solar NTOPCon bifacial do leste europeu junta-se à rede nacional
Esta notícia já foi visualizada 1104 vezes.



Maior planta de célula solar NTOPCon bifacial do leste europeu junta-se à rede nacional

Data:22/11/2019

A planta Starosynyavs´kyi, de 5,6 MW, inteiramente mantida com módulos NTOPCon bifaciais da Jolywood, foi conectada à rede nacional da Ucrânia em outubro deste ano  

Jolywood, a fabricante líder mundial de módulos e células NTOPCon, anunciou que a maior planta fotovoltaica com NTOPCon bifacial de Khmelnytskyi Oblast, Ucrânia, foi conectada à rede nacional em outubro de 2019. Mantida com módulos solares D72N da Jolywood, a planta Starosynyavs´kyi, de 5,6 MW, é a primeira planta de energia solar com NTOPCon bifacial do país e a maior do seu tipo no leste da Europa. Enquanto isso, em Chernobyl uma planta de energia solar com 4 MW de NTOPCon bifacial da Jolywood também entrou em operação em outubro.
 
Com o módulo criado para um mais baixo custo nivelado de energia (LCOE, em inglês), a planta de energia solar de 4 MW de Chernobyl, com NTOPCon bifacial fornecida pela Jolywood, ganhou o prêmio "Melhor Projeto Inovador da Ucrânia" na SEF 2019. A Jolywood compartilhou a experiência da empresa no desenvolvimento e produção de módulos fotovoltaicos – as principais componentes de usinas de energia – e como estes módulos podem aumentar a eficiência, ampliar o ciclo de vida da estação. 

A alta bifacialidade é uma das principais características dos produtos da Jolywood. A bifacialidade dos produtos da Jolywood é de até 85%, 20-25% maior do que aquela atualmente disponível no mercado. A planta solar com NTOPCon bifacial de Starosynyavs´kyi, de 5.6 MW, foi concebida para impulsionar a taxa de reflexão em solo de cor clara, em resposta às características geográficas únicas do local. Estas características asseguram a alta eficiência da conversão de energia e significativamente aumentam a capacidade de geração de energia, disse o Dr. Liu Zhifeng, diretor da Jolywood Taizhou. 

"Comparado a outros produtos, nossos módulos possuem alta eficiência, nossa eficiência de célula de produção em massa já alcança 23,2%, potência de módulo, 440-455 W. Maior confiabilidade de degradação induzida por temperatura leve e elevada (LeTID, em inglês) e degradação induzida pela luz (LID) mais baixas. Tudo isto está reduzindo o custo nivelado de energia (LCOE) para nossos clientes", o Dr. Liu acrescentou.

O governo ucraniano adotou uma nova lei de energia renovável para sair da feed-in tariff (FIT, em inglês) rumo a um competitivo sistema de leilões, significando que, no futuro, investidores darão mais importância ao custo nivelado de energia (LCOE). 

"O passo do governo ucraniano apresentou uma oportunidade única para a Jolywood atender à enorme demanda do mercado da Ucrânia por módulos bifaciais com baixo custo nivelado de energia", disse o Dr. Liu. "Aproveitando este novo impulso, buscaremos cooperar com nossos parceiros do centro e do leste da Europa para dinamizar ainda mais a geração de energia e melhora sua estabilidade. A maior planta de energia solar do tipo N do mundo – projeto Omã de 125 MW – usando 100% os módulos NTOPCon da Jolywood, ingressará na rede no mês que vem. É um bom sinal que os produtos NTOPCon bifaciais são bem-vindos em cada vez mais mercados". 



Fonte: Assessoria de imprensa

Comentários desta notícia

Publicidade