MEIO FILTRANTE - Eficiência Energética terá espaço próprio no SESI MAO
Esta notícia já foi visualizada 646 vezes.



Eficiência Energética terá espaço próprio no SESI MAO

Data:26/11/2019

Parceria entre Cemig e Sistema FIEMG vai unir passado, presente e o futuro da energia elétrica

Conhecer os primeiros passos na evolução da energia elétrica, saber mais sobre o uso racional deste bem essencial a nossas vidas e ainda vislumbrar as possibilidades de uma produção limpa e renovável. Tudo isso estará à disposição da população belo-horizontina e seus visitantes a partir de 2020, no Espaço Cemig SESI de Eficiência Energética. O local não poderia ser mais estratégico: o Museu de Artes e Ofícios (SESI MAO), situado na Praça Rui Barbosa, no centro da capital mineira.

A sala temática de eficiência energética no SESI MAO se propõe a narrar o histórico da energia e apresentar as fontes de energia do futuro – as chamadas energias limpas – de modo interativo e lúdico. Além do espaço educativo, o convênio prevê a realização de quatro exposições temporárias de artistas que utilizam matrizes energéticas em seu trabalho, palestras, oficinas e seminários relacionados à eficiência energética e sustentabilidade.

A gerente de Responsabilidade Social Empresarial da FIEMG, Luciene Araújo, fala sobre a importância da parceria do Sistema FIEMG com a Cemig e ressalta que o SESI MAO é um espaço de promoção de cultura ideal para a realização deste projeto. “Teremos uma trilha da energia dentro do acervo do museu onde vamos mostrar como ela foi no passado. Os visitantes poderão saber mais sobre o presente da energia e quais são as perspectivas futuras. O espaço vai trazer também jogos, exposições e palestras”, adianta Araújo.

“O papel do Espaço Cemig SESI de Eficiência Energética é aproximar as pessoas de um conceito que pode ser facilmente aplicado em nossas rotinas e que tem o poder de transformar a relação com o uso da energia e o meio ambiente. É importante mostrar ao maior número de pessoas que reduzir o consumo e o desperdício de energia não significa restrições ao conforto e que podemos aproveitar ao máximo da energia de forma consciente e sustentável. Esse novo espaço traz a oportunidade de disseminar esse tema com uma linguagem fácil e estimulante aos visitantes e aos mais de 100 mil alunos que serão beneficiados”, explicou o gerente de Eficiência Energética da Cemig, Ronaldo Lucas Queiroz.

O projeto prevê que milhares de estudantes percorram essa trilha de conhecimento. Para formar uma nova geração de consumidores e incentivar a participação das escolas públicas, o convênio celebrado entre as entidades inclui o atendimento e transporte de alunos da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) até o SESI MAO.

“Nosso objetivo é que as crianças se tornem guardiãs do consumo consciente da energia elétrica, que possam mobilizar e conscientizar as suas famílias. Por meio do espaço, queremos sensibilizar também os professores para propagar esse tema nas escolas”, reforçou Luciene Araújo.

De acordo com Ronaldo Lucas Queiroz, a experiência da Cemig em outros projetos reforça que a melhor maneira de disseminar a conscientização sobre o uso racional da energia elétrica é trabalhar de forma educativa. “Percebemos que as crianças e os jovens levam esses conceitos para casa, mostrando aos pais hábitos que encarecem a conta de energia e que prejudicam o meio ambiente. Além disso, acreditamos que desenvolver o pensamento sustentável em relação à energia durante a infância é formar uma nova geração de consumidores preocupada com o futuro e com responsabilidade sobre o seu próprio consumo”, reforçou.

O novo espaço é uma iniciativa do Programa Energia Inteligente da Cemig, regulado pela Aneel, cujo objetivo é disseminar a cultura do uso eficiente da energia e da redução e eliminação do desperdício do recurso. As ações de eficiência energética da Cemig estão alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), principalmente aqueles relacionados à promoção de oportunidades de aprendizagem e do acesso à inovação.

O Sistema FIEMG também é signatário do Pacto Global e promotor dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. “Vários projetos da casa têm uma contribuição direta para os ODS e esse será um deles. A parceria está relacionada ao ODS 7, que fala sobre a energia limpa e renovável. Então quando a gente está trabalhando essa mobilização, criamos uma oportunidade para a geração futura e cumprimos nosso papel enquanto instituição de promoção do desenvolvimento social”, conta Luciene Araújo.

Museu de Artes e Ofícios
O SESI Museu de Artes e Ofícios (SESI MAO) conta a história de dezenas de atividades profissionais que deram origem à indústria de transformação em Minas Gerais. São 2,5 mil peças originais dos séculos XVIII ao XX, entre instrumentos, utensílios, ferramentas, máquinas e equipamentos. Elas representam antigos ofícios em setores tradicionais como: mineração, lapidação e ourivesaria, alimentício, tecelagem, curtumes e energia – este último, setor que será destacado no novo Espaço.

O SESI MAO está instalado na antiga Estação Ferroviária Central de Belo Horizonte, ao lado da estação Central do Metrô, em dois edifícios tombados pelo patrimônio público. Sua implantação impulsionou a requalificação da Praça da Estação, marco inaugural da capital, por onde transitam milhares de pessoas diariamente.



Fonte: www.maxpress.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade