MEIO FILTRANTE - Honda interrompe por 20 dias produção de carros em São Paulo
Esta notícia já foi visualizada 205 vezes.



Honda interrompe por 20 dias produção de carros em São Paulo

Data:23/3/2020

Linha de produção da Honda em Itirapina: paralisação até 14 de abril


Fábrica de motos em Manaus segue em operação, mas pode parar se epidemia de coronavírus se agravar no Amazonas

PEDRO KUTNEY, AB
 
O agravamento da pandemia de coronavírus no Brasil também vai atingir a operação de automóveis da Honda. A fabricante informou na sexta-feira, 20, que vai interromper inicialmente por 20 dias a produção em suas duas fábricas no interior de São Paulo, em Sumaré e Itirapina. A paralisação acontece a partir da quarta-feira, 25 de março, com retorno previsto para 14 de abril, mas segundo a empresa, se a situação piorar, as plantas poderão estender as férias coletivas até 27 de abril.

 A Honda destaca no comunicado que “a retomada da produção dependerá das orientações dos governos federal e estadual, das condições de segurança dos colaboradores e dos impactos da pandemia no mercado de automóveis”.

Os empregados envolvidos diretamente no processo produtivo entrarão em férias coletivas. Para os funcionários que desempenham atividades administrativas vem sendo adotado o regime de trabalho remoto, em home office. Para funções em que isso não é possível, está sendo praticado o escalonamento da equipe.

A Honda produz na nova fábrica de Itirapina, inaugurada ano passado, os compactos Fit e WR-V. Em Sumaré fica a produção do SUV compacto HR-V e os sedãs City e Civic. Está prevista a transferência de todos os modelos para Itirapina até 2021.

MOTO HONDA DA AMAZÔNIA SEGUE EM OPERAÇÃO


A fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus (AM), seguirá em atividade por enquanto, segundo informa a empresa, com medidas adicionais de prevenção. Ainda assim, a Honda afirma que a parada da produção de motocicletas também é uma alternativa em avaliação, “em resposta ao provável avanço na disseminação do vírus no Estado do Amazonas”.

Na semana passada, em evento que comemorou a produção de 25 milhões de motos em Manaus, a Honda reuniu uma série de políticos para promover apoio à Zona Franca onde opera sua fábrica. Estiveram presentes três senadores, incluindo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que dias depois testou positivo para o Covid-19. Segundo a empresa, todos os executivos que estiveram ao lado de Alcolumbre em Manaus, incluindo o presidente da Honda South America, Issao Mizoguchi, fizeram testes para o coronavírus e os resultados foram negativos.

A Honda informa que está revisando constantemente “as contramedidas em resposta aos desafios impostos pelo avanço do Covid-19, priorizando a segurança e saúde das pessoas, a conformidade às diretrizes governamentais para conter o avanço da pandemia e a sustentabilidade dos negócios”, diz o comunicado.

Fonte: Automotive Business

Comentários desta notícia

Publicidade